A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/05/2014 08:32

Irã triplica compra de carne de MS no primeiro quadrimestre do ano

Bruno Chaves
Vendas para o país asiático no primeiro quadrimestre do ano acumularam 3,4 mil toneladas (Foto: Divulgação/Famasul)Vendas para o país asiático no primeiro quadrimestre do ano acumularam 3,4 mil toneladas (Foto: Divulgação/Famasul)

Entre janeiro e abril deste ano, o envio de carne bovina in natura de Mato Grosso do Sul para o Irã acumulou 3,4 mil toneladas, volume três vezes maior do que as vendas registradas no mesmo período do ano passado, quando o Estado exportou 1,1 mil toneladas do produto.

Conforme o Informativo Casa Rural, divulgado pelo Departamento Econômico da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), no último dia 16, o Irã ocupa a quinta posição na lista dos países importadores de carne sul-mato-grossense. Os embarques internacionais para o país representam 6,7% do total contabilizado em 2014.

O país que mais compra carne do Estado é a Rússia. Em abril deste ano, foram 5,8 mil toneladas do produto. Hong Kong aparece em segundo lugar na lista dos compradores. No mês passado, o país importou 1,9 mil toneladas de carne bovina. O Chile (892 mil quilos), a Venezuela (722 mil quilos) e o Irã (648 mil quilos) aparecem na sequência.

A gerente econômica da Famasul, Adriana Mascarenhas, avalia que a venda para o Irã representa uma excelente recuperação de mercado, uma vez que em 2011 o país asiático era o maior importador da carne de Mato Grosso do Sul. No primeiro quadrimestre daquele ano, os embarques para o Irã somaram 7,2 mil toneladas do produto.

"É estratégico para o mercado sul-mato-grossense vender a diversos países. E o estreitamento com o mercado iraniano é uma conquista para a pecuária do Estado, considerando que o valor pago por eles é maior do que em outros países", ressaltou Adriana.

A gerente econômica destacou que nas exportações de abril, quando o Irã pagou US$ 4,49 pelo quilo da carne, a Rússia, maior importadora, apresentou média de pagamento de US$ 3,97 por quilo.

Exportações totais – Os embarques internacionais da carne bovina in natura produzida em Mato Grosso do Sul, no primeiro quadrimestre do ano, totalizaram 50,4 mil toneladas, 19,7% a mais que em 2013, quando o volume exportado atingiu 42,1 mil toneladas.

"O resultado comprova a eficiência do produtor rural que investe em tecnologia constantemente, por intermédio do melhoramento genético e do cuidado nutricional e sanitário dos bovinos", destacou o presidente da Famasul, Eduardo Riedel.

Em abril foram abatidos 314,3 mil bovinos em Mato Grosso do Sul, 9,3% a menos que em abril de 2013, quando os abates somaram 346,7 mil cabeças.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions