A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/11/2014 13:04

Lucro é sete vezes maior com plantio de eucalipto e madeira nobre na mesma área

Caroline Maldonado
Plantio de duas espécies pode garantir aumento na lucratividade (Foto: Arquivo)Plantio de duas espécies pode garantir aumento na lucratividade (Foto: Arquivo)

Idealizador do projeto “Dual Forest”, Everton Regatieri, dá as dicas para o produtor que quer aumentar em sete vezes a lucratividade cultivando eucalipto e madeira nobre na mesma propriedade.

Se cultivados juntos, o eucalipto que pode ser usado para energia e o mogno africano para madeira nobre garantem lucro a curto, médio e longo prazo, segundo o especialista. A junção é interessante, porque o cultivo de madeira nobre rende maiores lucros, mas precisa de 15 a 18 anos para iniciar o corte, enquanto o eucalipto garante receita em menos tempo, mas exige área extensa de plantio, o que aumenta o custo com o cultivo.

Associar as duas espécies é uma alternativa viável já que eleva em apenas 20% o custo médio de produção e faz com que a curto e médio prazos o produtor quite suas dívidas com o plantio, de acordo com Everton, que falará sobre o assunto durante o seminário “Biomassa e madeira nobre: novas oportunidades de negócio”, realizado pelo programa Mais Floresta, nos dias 13 e 14 de novembro, no auditório da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul).

Os participantes da palestra também terão acesso aos números referentes ao custo da produção, a rentabilidade do cultivo e poderão conhecer mais sobre o projeto que pretende ter uma base florestal de 4 a 5 mil hectares de floresta mista para os próximos cinco anos no Estado, conforme a Famasul.

Mais Floresta – Desenvolvido pelo Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul), o programa Mais Floresta, promove ações para apresentar perspectivas e oportunidades da cadeia produtiva da madeira com a união de espécies de ciclo curto, médio e longo para produtores rurais, empresários, investidores, profissionais liberais e técnicos, além de outros segmentos da sociedade. O objetivo é consolidar o potencial regional para atividades ligadas à silvicultura no Mato Grosso do Sul.

O primeiro dia do evento terá ciclo de palestras realizado na sede da Famasul. A segunda etapa terá um dia de campo, com apresentação de máquinas, equipamentos e produtos para o plantio de eucalipto e mogno e processos de plantio, na sede da Embrapa Gado de Corte. Para mais informações, acesse www.senarms.org.br/projetos/mais-floresta



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions