A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

20/06/2009 07:36

Lula defende ajuda aos frigoríficos e cita Independência

Redação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu ajuda do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aos frigoríficos. Em visita a Alta Floresta (MT), ontem, ele citou o Independência, que encerrou as atividades em Nova Andradina (MS) e de mais três unidades no Mato Grosso. A empresa fechou 1,1 mil vagas no mercado de trabalho.

"Desde que quebrou aquele frigorífico grande, acho que em São Paulo, o frigorífico Independência, que eu pedi ao BNDES para fazer um estudo sobre toda a situação dos frigoríficos no Brasil inteiro, porque, quando quebra um grande, devem quebrar centenas de pequenos", disse Lula, sobre a crise no setor.

Lula afirmou que o BNDES estuda a possibilidade de ajuda aos frigoríficos. "O BNDES está estudando qual a possibilidade que a gente tem de ajudar os frigoríficos a voltar a funcionar e também a colocar os frigoríficos na legalidade", garantiu.

"Porque tinha muitos frigoríficos na ilegalidade, não pagavam impostos, muitas vezes exploravam muitos criadores de gado. Na hora de vender o produto, os frigoríficos pagavam muito pouco para eles, não tiravam nota fiscal. Então, já que houve a crise na área de frigoríficos, nós temos que aproveitar [para] sanear isso e fazer com que as coisas funcionem com melhor qualidade", disse.

Em Mato Grosso do Sul, o Independência deu um calote de R$ 51 milhões nos produtores rurais. A Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária) vem levantando o valor total do débito da empresa e lidera uma campanha pela venda de boi só a vista.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions