A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/05/2016 08:41

Milho começa a ser colhido em junho, mas clima pode atrasar safrinha

Renata Volpe Haddad
Colheita do milho safrinha é prevista para começar a partir de 15 de junho. (Foto: Aprosoja/MS)Colheita do milho safrinha é prevista para começar a partir de 15 de junho. (Foto: Aprosoja/MS)

A colheita do milho safrinha em Mato Grosso do Sul começa a partir da segunda quinzena de junho. Como o grão depende do clima para seu desenvolvimento adequado e cerca de 40% da produção foi plantada fora do tempo indicado, a colheita poderá se alongar significativamente.

As informações são do presidente da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja) Christiano Bortolotto. "O milho é bem diferente da soja e depende do clima para definir o final do ciclo. Acreditamos que a partir do dia 15 de junho, ele já começa a ser colhido e as chuvas são boas para a cultura, pois ajudam a encher o grão", afirma.

A janela indicada do plantio era até 10 de março, mas com o atraso da colheita da soja devido as chuvas constantes na época e estradas vicinais prejudicadas, atrasou o plantio do milho safrinha.

"Quando se planta fora do tempo indicado, os produtores correm mais risco da safrinha sofrer com geadas. Até o momento, tivemos geadas leves, principalmente na região Sul de Mato Grosso do Sul, mas nada que prejudique a produção", explica.

Conforme Bortolotto, apenas 60% do milho no Estado foi plantado dentro do tempo indicado. "Os outros 40% podem ser prejudicados se tiver geada e com isso com certeza a produção será afetada, pois mesmo que o milho já esteja pronto para colher, quando as folhas congelam tem muito dano, porque a planta não faz fotossíntese e não aproveita os nutrientes".

Só será possível saber se houve quebra de safra, quando os produtores terminarem a colheita. "A partir de agora, sabemos que as chuvas diminuem e a preocupação dos produtores são com com o frio e possíveis geadas", alega.

Para este ano, segundo a Aprosoja, 59 mil hectares de milho safrinha não foram plantados. São 1,740 milhão hectares de área plantada, o que resultou em acréscimo de apenas 0,6% na área total. A produtividade prevista é de 82 sacas por hectare.

Apesar dessa ampliação na área plantada, a projeção é que, no comparativo com o ciclo anterior, haja redução de 7,13% na produtividade, o que leva a uma queda de 6,6% na produção total de milho nesta 2ª safra em Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions