A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/04/2009 10:50

Ministério quer simplificar normas para rastreabilidade

Redação

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, vai propor mudanças em 20 pontos da instrução normativa sobre rastreabilidade para simplificar o processo. O controle é uma exigência da União Européia, mercado que melhor remunera pela venda de carne.

Stephanes não antecipou as modificações, mas enfatiza que vão acelerar as auditorias para credenciamento de propriedades aptas a exportarem para a Europa. A fazenda deve ser credenciada no Eras (Estabelecimentos Rurais Aprovados no Sisbov), sistema que recebe críticas por parte do setor produtivo.

De acordo com ele, o Estado pode ser beneficiado pelas mudanças, pois, diante dos casos de aftosa, ficou fora do sistema voltado à exportação. "O Mato Grosso do Sul passou anos fora do sistema e recomeçar é um pouco mais difícil".

Ele relata que a rastreabilidade segue um bom ritmo no Brasil. "Recomeçamos do zero e temos 900 propriedades credenciadas. Precisamos, rapidamente, chegar a 2, 3 mil", salienta o ministro, que participou de uma reunião no auditório da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul).

Ao público, formado por produtores rurais, ele alertou que o Brasil já descumpriu o compromisso firmado com a União Européia, inclusive com fraudes por parte de frigoríficos. "Não cumpriu e pior, fraudou". Para o mercado nacional, a União Européia representa 18% em volume de vendas e 30% em valor na comercialização da carne.

Fábula

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions