A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/02/2008 19:15

Ministro da Agricultura admite falhas em rastreabilidade

Redação

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, admitiu que frigoríficos e exportadores cometeram falhas e embarcaram carne bovina não-rastreada para a União Européia (UE). Stephanes esteve em audiência pública nesta quarta-feira, dia 13, na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado e admitiu que o problema foi detectado por missão da UE que esteve no Brasil em novembro.

Conforme o ministro, os integrantes da missão elogiaram as medidas sanitárias adotadas contra a febre aftosa, mas apontaram falhas no programa de rastreabilidade dos animais. Os técnicos recomendaram que o Brasil mandasse relatório com apenas 3% das cerca de 10 mil propriedades cadastradas pelo Sisbov (Serviço de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos) que estariam de acordo com as exigências burocráticas da UE.

Stephanes disse que auditoria feita pelo ministério em 2,7 mil propriedades constatou que 600 delas atendem à lista de exigências, composta por quase 30 itens burocráticos. E que enviou a relação destas propriedades aptas a exportarem carne bovina para a Europa, de acordo com as análises técnicas

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions