A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/01/2012 14:36

Ministro estuda colocar um representante do Brasil no Paraguai

Wendell Reis

Reunião desta tarde também deve abordar a possibilidade de desviar a rota de exportação de Ponta Porã para o Paraná

Ministro chegou a Campo Grande ao meio-dia desta sexta-feira. (Foto: João Garrigó)Ministro chegou a Campo Grande ao meio-dia desta sexta-feira. (Foto: João Garrigó)

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, o governador André Puccinelli (PMDB), a secretária de Produção e Turismo do Estado, Tereza Cristina Corrêa, e toda a comitiva que desembarcou em Campo Grande ao meio-dia desta sexta-feira, almoça em um restaurante da Capital neste momento.

O ministro ainda não falou com a imprensa, mas a secretária Tereza Cristina antecipou que entre os assuntos a serem tratados em Campo Grande está a possibilidade do ministro colocar um adido (membro de embaixada) no Paraguai para fazer a interlocução com o vizinho, Uruguai e Bolívia.

Segundo a secretária, os produtores ficaram bastante satisfeitos com a visita do ministro, que foi acompanhada de perto por 11 prefeitos da região. Outro assunto a ser discutido na reunião desta tarde é a possibilidade do tráfego de carretas com carne do Paraguai ser desviado de Ponta Porã para o Paraná.

O governador André Puccinelli (PMDB) explicou que a mudança facilitaria a fiscalização porque a fronteira de Ponta Porã com o Paraguai é muito extensa. Diferente da fronteira com o Paraná, onde só é possível passar uma carreta por vez. O assunto deve ser resolvido com um secretário do Paraná, que também está em Campo Grande.

Puccinelli voltou a dizer que é preciso ajudar a nação paraguaia e informou que o ministério da Agricultura já liberou R$ 16 milhões a Mato Grosso do Sul, que já estaria na conta da Iagro, dentro do plano quadrianual do ministério da Agricultura. Segundo Tereza Cristina, o Estado já tem dinheiro garantido para custeio e não terá problema com falta de recursos.

O ministro chegou a Mato Grosso do Sul às 9 horas de hoje para acompanhar os trabalhos de fiscalização contra aftosa em Ponta Porã. Mendes acompanhou as fiscalizações na fronteira e participou de reunião com autoridades. A fiscalização na fronteira tem o objetivo de evitar a introdução do vírus da febre aftosa do Paraguai no Brasil. Na segunda-feira (2) foi detectado um foco da doença em San Pedro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions