A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

08/02/2017 19:52

MS criará plano regional de irrigação e vai integrar programa nacional

Nyelder Rodrigues
Reunião que acertou entrada do MS no Plano Nacional aconteceu no gabinete de Moka (Foto: Divulgação)Reunião que acertou entrada do MS no Plano Nacional aconteceu no gabinete de Moka (Foto: Divulgação)

Mato Grosso do Sul será um dos estados que irão integrar o Plano Nacional de Irrigação, que tem como objetivo aumentar a produtividade do trabalho rural, aumento com isso a independência que plantações tem com os efeitos climáticos. Para isso, um plano regional será criado.

A informação de que o Estado fará parte do plano foi dada nesta quarta-feira (8) pelo senador sul-mato-grossense Waldemir Moka (PMDB), um dos líderes da bancada do Estado em Brasília (DF). Ele, quando deputado federal, foi relator do Plano.

O projeto que inclui o Estado no plano, chamado Plano Diretor de Agricultura Irrigada em Mato Grosso do Sul, visa incentivar a ampliação da área irrigada pelos agricultores, deverá ficar pronto em um prazo de dois meses, informa o senador.

Especialistas em irrigação foram recebidos pelo parlamentar para discutir a questão em conjunto com representantes dos governos federal e estadual, entre eles o secretário Nacional de Irrigação do Ministério da Integração, Ricardo Santa Ritta, e o secretário de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck.

"Foi uma decisão acertada", frisa Moka, ao falar sobre investir na ideia de criar um plano de irrigação sul-mato-grossense. A situação foi acertada ainda em janeiro entre ele o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho.

Os recursos para a elaboração do plano serão liberados pela Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste), desburocratizando o processo e acelerando assim a execução do Plano, que terá um mapa agroeconômico do Estado, identificando as regiões carentes no atendimento de água e as culturas a serem priorizadas.

"Esse é um projeto de elevado interesse para o futuro da economia de nosso Estado. Vamos precisar de todos, senadores, deputados, governo estadual e governo federal para viabilizar o projeto", completa Moka.

Entre os benefícios do plano, está a possibilidade de recebimento de incentivos fiscais, podendo também ser incluso no projeto a criação de estímulos para a contratação de seguro rural.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions