A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/12/2011 10:41

MS planta mais cana, mas clima faz safra encolher e ficar igual à de 2010

Marta Ferreira
Colheita era esperada em mais de 40 mil toneladas, mas está fechando em 33 mil toneladas, segundo a Conab.Colheita era esperada em mais de 40 mil toneladas, mas está fechando em 33 mil toneladas, segundo a Conab.

Era para ser uma safra recorde, de mais de 40 mil toneladas, mas o resultado final da produção de cana-de-açucar em Mato Grosso do Sul ficou 18% aquém do previsto para este ano, conforme o levantamento divulgado ontem pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Conforme o órgão, a safra está fechando em 33 mil toneladas produzidas, quase a mesma coisa que no ano passado.

A queda é atribuída aos problemas climáticos. Ainda assim, o produto que sustenta o setor sucroalcooleiro, mantém Mato Grosso do Sul em destaque entre os estados que mais tiveram aumento no cultivo de cana, dados atestados este ano tanto pelo IBGE quanto pela Conab, que acompanham o andamento do cultivo agrícola no País.

A área cultivada com cana-de-açúcar que será colhida e destinada à atividade sucroalcooleira está estimada em 8.368,4 mil hectares. São Paulo continua sendo o maior produtor com 52,2% (4.370 mil hectares), seguido por Minas Gerais com 8,87% (742,65 mil hectares), Goiás com 8,1% (678,42 mil hectares), Paraná com 7,3% (611,44 mil hectares), Mato Grosso do Sul com 5,70% (480,86 mil hectares), Alagoas com 5,45% (463,65 mil hectares), e Pernambuco com 3,89% (326,11 mil hectares).

Essa área plantada no Estado, cresceu 21,38% em relação à área plantada no ano passado, de 396 mil hectares. Conforme a Companhia, da produção alcançada no Estado, a maior parte 21 mil toneladas, deve ser destinada à produção de etanol e o restante, 12 mil toneladas, deve ir para a produção de açúcar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions