A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/11/2014 13:21

MS produz apenas 40% de banana consumida no Estado

Caroline Maldonado
Senar oferece cursos para estimular produção de banana em MS (Foto: Marcos Ermínio)Senar oferece cursos para estimular produção de banana em MS (Foto: Marcos Ermínio)

A demanda interna por banana é superior ao que é produzido em Mato Grosso do Sul. A produção corresponde a apenas 40% do que é consumido no Estado, segundo o instrutor do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul), Nestor Pereira. O especialista explica que a fruta rende ao produtor lucro de até R$ 2 mil por hectare ao mês.

Em vista da falta de produção para dar conta da demanda, o Senar capacita produtores de Sidrolândia, a 71 quilômetros de Campo Grande, e região. O curso “Plantio e Manejo Básico de Pomar – Cultivo de Banana” começa na próxima segunda-feira (17) e se estende até quarta-feira (19).

Dicas – O instrutor dá orientações para quem quer lucrar com o plantio da fruta, que é rica em potássio. Antes de tudo, o produtor deve passar por capacitação e fazer análise de mercado. Esses são os dois primeiros passos, segundo Nestor. “O produtor precisa adquirir conhecimento tecnológico e analisar para quem ele poderá vender o que for colhido”, explica.

Detalhar os gastos com mudas selecionadas, irrigação, adubação orgânica e práticas conservacionistas, como a viabilização de quebra-ventos, que protegem os bananais é o terceiro passo para ter sucesso no negócio. “Nessa etapa o produtor desembolsa em média de R$ 8 mil a R$ 10 mil por hectare”, detalha. Conforme o instrutor, após o plantio o bananal leva de 12 a 18 meses para entrar em ponto ideal de colheita. O quilo da banana é vendido em Mato Grosso do Sul por, em média, R$ 1 (nanica) e R$ 2 (maçã).

A vantagem na produção da fruta é que pode-se aproveitar o que não for vendido e até mesmo unidades danificadas. “Industrializar a produção e transformar em doces é a chance de continuar lucrando com o que seria desperdiçado”, destaca Pereira, ao lembrar que a lucratividade neste aproveitamento é maior.

Na próxima semana, o Senar realiza ainda cursos de cultivo de Maracujá em Bela Vista, a 322 quilômetros de Campo Grande e de Abacaxi em Taquarussu, a 332 quilômetros da Capital. Os dois cursos ocorrem de 18 a 20 de novembro. Mais 72 qualificações são oferecidas pela entidade na semana de 17 a 21 de novembro. Os interessados podem acessar o site www.senarms.org.br ou liguar para 3320-9700.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions