A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/01/2009 07:05

Para secretária, missão européia levará "susto" em MS

Redação

"Eles vão levar um susto com o que viram no ano passado e o que vão ver neste ano". A afirmação da secretária estadual de Produção, Tereza Cristina Côrrea da Costa, é sobre a visita que a Missão Européia fará a Mato Grosso do Sul nesta semana.

O mercado europeu é o que melhor remunera pela carne bovina, contudo exige que todos os animais sejam rastreados. Conforme a secretária, a expectativa é que a inspeção técnica faça com que Mato Grosso do Sul volte a exportar com força.

Segundo a secretária, a missão técnica vai se dividir em dois grupos: um vai para a ZAV (Zona de Alta Vigilância), na região de fronteira, e o segundo vai conhecer as fazendas habilitadas a exportar carne para a Europa.

"Na ZAV, o trabalho foi enorme. [O rebanho] Tem quase um milhão de cabeças brincadas, monitoradas", afirma Tereza Cristina. Ela também destaca a GTA (Guia de Trânsito Animal) eletrônica e os caminhões lacrados.

"O trânsito irregular diminui drasticamente", afirmou em entrevista ao jornal Bom Dia MS, da TV Morena.

A secretária reconhece que o contrabando de bovinos persiste, mas em menor escala.

No mês passado, o Estado foi liberado para exportar carne in natura para o mercado europeu. No entanto, só há duas propriedades certificadas: uma em Campo Grande e a segunda em Três Lagoas.

Itinerário - A primeira equipe, formada por dois veterinários europeus, chega amanhã e segue para a Zona de Alta Vigilância. A segunda equipe, que chegará no dia 27, visitará os municípios de Três Lagoas, Naviraí e Campo Grande, onde auditará propriedades aprovadas pelos Fiscais Agropecuários da SFA (Superintendência Federal de Agricultura) no último dia 23 de dezembro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions