A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017

12/09/2014 10:18

Pecuária de MS aposta até em aplicativo para controlar rebanho

Caroline Maldonado
Para  o presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Oscar Stuhrk, setor precisa investir mais em tecnologia (Foto: Marcos Ermínio)Para o presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Oscar Stuhrk, setor precisa investir mais em tecnologia (Foto: Marcos Ermínio)
Encontro sobre tecnologia se estende durante esta sexta-feira (Foto: Marcos Ermínio)Encontro sobre tecnologia se estende durante esta sexta-feira (Foto: Marcos Ermínio)

Com 81 mil fazendas, a pecuária sul-mato-grossense aposta nas tecnologias e na juventude para expandir a produção, em especial para o mercado externo, já que apenas 16% da produção do Estado é exportada, segundo o presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Eduardo Riedel. O Sindicato Rural de Campo Grande apresenta hoje (12) resultados parciais do projeto de um aplicativo para controle de rebanho. A entidade resolveu investir R$ 25 mil no sistema proposto por membros do sindicato.

Um deles, o tesoureiro Tiago Arantes, 28 anos, que levou a ideia até a direção. “Um dos desafios do setor é fazer com que os jovens se sintam estimulados a seguir os passos dos pais no trabalho com a pecuária, por isso o sindicato está dando essa abertura para a juventude”, afirma o presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Oscar Stuhrk.

Segundo Oscar, o setor é ameaçado pela expansão da agricultura e a carga tributária, por isso a preocupação com o interesse dos mais jovens pelo setor. “A pecuária é muito criticada, com isso nossos filhos vão preferir ser doutores, empresários ou industriais. Sendo que temos ainda muito espaço para crescer com a pecuária em Mato Grosso do Sul”, reclama.

O aplicativo, desenvolvido pela Catwork Soluções, será apresentado as 15h30, durante o 27º Encontro de Tecnologias para Pecuária de Corte, que ocorre durante todo o dia, na sede do Sindicato Rural, em Campo Grande. De acordo com Oscar, o aplicativo é um recurso simples que vai facilitar a contagem e classificação do gado. “Já é usado o computador para isso, mas muitas informações são perdidas, tem alguns erros, com o aplicativo vai ficar muito mais fácil”, explica.

Nesta manhã, palestram no evento o professor e pesquisador Antônio Buainain, o diretor da Fortuna Nutrição Animal, Daniel Wolf e o gerente da ABCZ, Adriano Garcia. Durante a abertura, o encontro teve a participação de representantes da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil), SindVet (Sindicato dos Médicos Veterinários de Mato Grosso do Sul), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), do prefeito de Rochedo, João Cordeiro (PMDB) e do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). Olarte aproveitou a abertura para garantir apoio ao setor pecuário.

“Dois setores são fundamentais, a educação, pois todos passamos pelo professor e a pecuária, porque nem o professor subsiste sem o setor, todos nos precisamos da pecuária”, disse.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions