A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/05/2009 18:40

Pecuaristas de GO, MS e MT devem suspender venda a prazo

Redação

Durante reunião na tarde de hoje em Goiânia (GO), entidades que representam pecuaristas de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso Sul decidiram não vender mais a prazo e suspender qualquer comercialização aos frigoríficos que passam por processo de recuperação judicial.

Na sede da Faeg (Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás), também ficou decidido que uma campanha de marketing será desenvolvida para mostrar aos produtores a necessidade de adotar essas precauções para não levar calote.

A soma da dívida dos frigoríficos nos três Estados com os produtores são de aproximadamente R$ 354 milhões.

Também foi colocado em pauta a atuação junto às autoridades políticas para angariar apoio para uma Medida Provisória (MP) que propõe alteração da lei de recuperação judicial, sugerida pelo senador Gilberto Goellner, como dar prioridade aos pagamentos de fornecedores de matéria-prima.

O grupo quer agendar uma reunião com as associações brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializada e Alimentos e Brasileira de Frigoríficos, a Abrafrigo, para discutirem a realidade.

Outra proposta apresentada é a realização de um estudo aprofundado sobre a criação do Fundo Garantidor da Pecuária de Corte, para socorrer o setor em épocas de crise financeira. (Com informações da assessoria da Faeg)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions