A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/03/2016 09:40

Plantio de milho safrinha pode ser prejudicado com excesso de chuva

Mariana Castelar
Produtores tem até o dia 15 de março para finalizar plantio de milho safrinha (Foto: Divulgação)Produtores tem até o dia 15 de março para finalizar plantio de milho safrinha (Foto: Divulgação)

O produtor rural tem até o dia 15 de março para finalizar o plantio do milho safrinha. De de acordo com os últimos dados levantados pelo Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio apontam que ela já começou em 46% da área projetada para esse cultivo.

O milho 2ª safra 2015/2016 é plantado logo após a colheita da safra de soja. Depois desse período, crescem as chances de ocorrência de frio intenso, o que pode prejudicar o desenvolvimento dessa cultura e, assim, gerar perda de produtividade.

Com o excesso de chuvas, muitos agricultores estão com a colheita da soja atrasada e, já que as áreas estão ocupadas, não é possível realizar a semeadura do milho.

"Os levantamentos apontam que, a cada dia de atraso no plantio, três sacas de milho deixam de ser colhidas. Ou seja, se você plantar 10 dias depois do período ideal, pode saber que 30 sacas serão perdidas", compara o analista de grãos da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária), Leonardo Carlotto.

Atualmente, o plantio está mais avançado na região sul do Estado, com porcentagem de área plantada em de 47,5%, segundo dados do Siga MS. Já a região central está com 35% da área plantada e, com menor índice ainda, está a região norte, com 30% do plantio realizado. Os municípios mais avançados no plantio são Aral Moreira, Naviraí e Douradina, todos com 60% de área plantada.

Apesar da preocupação, o presidente da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), Christiano Bortolotto, estima que ainda é cedo em para falar em perdas de uma safra que ainda está sendo plantada. Isso significa que haverá manutenção das projeções para a segunda safra desse grão, que deve ser recorde e atingir 9,5 milhões de toneladas em Mato Grosso do Sul.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions