A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

02/03/2018 10:22

Primeira etapa do Censo Agro visita mais de 69 mil propriedades rurais em MS

Número é 6,1% superior ao da meta estipulada no início dos trabalhos do IBGE, em outubro do ano passado

Liniker Ribeiro
Em janeiro, as chuvas intensas permitiram que 80% da região fosse coletada. (Foto: Danielle Valentim)Em janeiro, as chuvas intensas permitiram que 80% da região fosse coletada. (Foto: Danielle Valentim)

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) encerrou a primeira etapa da coleta de informações do Censo Agro brasileiro 2017, ultrapassando a marca de 65.127 estabelecimentos agropecuários visitados, conforme era previsto no início dos trabalhos do 11º Censo agro do Brasil, o 10º realizado pelo IBGE. Ao todo, 69.136 estabelecimentos receberam as equipes do órgão.

O resultado faz com que as atividades fiquem 6,1% acima do esperado para o Estado, mesmo que Mato Grosso do Sul tenha sido castigado pelas chuvas desde o início da pesquisa, em outubro do ano passado. As informações foram divulgadas, nesta sexta-feira (2), pelo IBGE.

Em janeiro deste ano, 80% das regiões sul-mato-grossenses haviam sido visitadas para coleta das informações, segundo comunicou o chefe do IBGE, na ocasião. 

Ao contrário do previsto, durante o mês de março ainda serão realizadas coletas em todo o Estado. A expectativa era de concluir os trabalhos até o último dia de fevereiro, mas precisou ser adiado por conta das dificuldades causadas pelas chuvas.

“Passamos agora por uma fase de ajuste fino, com a apuração dos dados coletados e a crítica deles. Além disso, a coleta ainda permanece em algumas regiões, especialmente aquelas onde fatores climáticos afetaram seu andamento e nas áreas de difícil acesso, o que já era esperado pelo IBGE”, afirmou o presidente do instituto, Roberto Luis Olinto Ramos.

Os primeiros resultados do Censo Agro devem ser divulgados somente no mês de julho. O matéria apresentará o perfil do produtor rural por sexo, idade, cor ou raça, alfabetização e escolaridade, utilização das terras, efetivos da pecuária, produção animal e vegetal, a forma de obtenção das terras, as práticas agrícolas utilizadas no estabelecimento, entre outras coisas.

O Censo Agro abarca todo tipo de propriedade rural, da fazenda ao sítio, sendo promovido a cada dez anos. Todas as informações coletadas pelo País serão direcionadas a sede do IBGE, no Rio de Janeiro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions