A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

16/08/2015 11:03

Produção de embutidos e defumados suínos aumenta renda de famílias

Caroline Maldonado
A partir de cursos, famílias passam a lucrar com embutidos e defumados (Foto: Divulgação/Senar)A partir de cursos, famílias passam a lucrar com embutidos e defumados (Foto: Divulgação/Senar)

Aquela carne suína frita ou cozida que vai para o freezer pode virar um negócio lucrativo para o pequeno produtor. A produção de embutidos e defumados valoriza o produto em até 50% e aumenta a renda das famílias, segundo especialistas.

O custo-benefício é o que mais atrai o interesse dos produtores para essa atividade, segundo o instrutor do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Francisco Ferreira de Souza. “De um porco grande, de 70 quilos, podemos produzir em média 200 peças. Se o produtor vende cada uma por R$ 10, são R$ 2.000 de lucro bruto”, detalha.

Para comercializar os produtos, os interessados têm que procurar os órgãos municipais de inspeção. Além disso, procedimentos corretos são importantes para garantir a qualidade da carne. Por isso, o Senar oferece capacitação em Produção Artesanal de Embutidos e Defumados de Suínos em três municípios. “Para comércio, tem que passar por avaliação. Por isso, no curso nós também damos orientações nesse aspecto, de medidas de segurança e exigências profissionais”, afirma o instrutor.

Curso - Em Coxim, o curso ocorre de 18 a 21 de agosto, no Alto Planalto; em Dourados, de 25 a 28 de agosto, na Casa Esperança e em Brasilândia, de 26 a 29 de agosto, na Fazenda Santa Tereza. A capacitação apresenta os procedimentos de fabricação do produto desde o abate, corte, cura, técnicas de cozimento, manipulação e armazenamento; além da etapa de defumação, que se dá pela exposição da carne ao calor e fumaça.

Segundo Francisco, o curso ensina o melhor aproveitamento da carne suína. “Os pequenos produtos têm o costume de fazer a carne suína frita, cozida e guardá-la no freezer. Nós ensinamos a fazer novos usos dessa carne, como salame, presunto, apresuntado, lombo defumado, linguiça calabresa, linguiça portuguesa, linguiça frescal, bacon e calabresa”, explica.

Com 795 produtores inscritos, o Senar oferece 32 qualificações em Mato Grosso do Sul, entre 17 e 22 de agosto. Quem deseja saber mais dos cursos deve acessar o site www.senarms.org.br ou entrar em contato pelo (67) 3320-9700.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions