A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/05/2016 13:12

Produção de grãos é afetada por falta de chuva e queda chega a 9,4%

Renata Volpe Haddad
Em relação a produção de milho, a queda é de 17,4% no Estado, em comparação com a produção de 2015. (Foto: Eliel Oliveira)Em relação a produção de milho, a queda é de 17,4% no Estado, em comparação com a produção de 2015. (Foto: Eliel Oliveira)

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve ter queda de 9,4% neste ano, em Mato Grosso do Sul, conforme estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística) divulgada nesta terça-feira (10). O volume deve cair de 17,3 milhões de toneladas no ano passado para 15,6 milhões de toneladas em 2016.

Segundo a estimativa realizada em abril, a área deve ter aumento de 1% passando de 4.125.149 milhões de hectares para 4.171.845 milhões de área.

Em relação a produção de milho, a queda é de 17,4% no Estado, em comparação com a produção de 2015. Em comparação da estimativa divulgada em março de 8.435.944 toneladas, vai cair para 8.031.744. Na safra de 2015, a produção foi de 9.727.809 toneladas.

Das lavouras de soja, queda de 2,3% na produção em abril, se comparado com o ano passado. Em março a estimativa do IBGE era de 7.581.160 toneladas passando para 7.405.007 toneladas.

Companhia - De acordo com 8º Levantamento da Safra de Grãos 2015/16 apresentada hoje pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a falta de chuvas resultou na redução da produtividade das safras de soja e milho. Com isso, a estimativa para a produção brasileira passa a ser de 202,4 milhões de toneladas, um decréscimo de 2,5% ou 5,3 milhões de toneladas em relação à safra 2014/15, que foi de 207,7 milhões de t.

A queda deve-se principalmente ao milho segunda safra, fortemente afetado pela seca do mês de abril. A expectativa é de uma produção de 52,9 milhões de toneladas, 3,1% a menos que os 54,6 milhões de toneladas da safra 2014/2015.

Já a soja, responsável por 47,9% da produção nacional de grãos, mesmo afetada pelo clima registrará produção superior a da safra passada em razão do crescimento de 3,1% na área cultivada, conforme a Conab. A estimativa é de um aumento de 677,1 mil toneladas em relação aos 96,2 milhões de toneladas da safra 2014/2015, totalizando 96,9 milhões de toneladas.

Aumento - Segundo estimativa do IBGE, a produção de cana-de-açúcar cresce 18,9% em um ano, passando de 43,9 toneladas para 52,2 toneladas. De um mês para outro, o crescimento é de 1,9%, já que em março a produção estimada era de 51,2 toneladas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions