A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

07/10/2009 07:54

Produção de soja deve crescer 15% em 2010

Redação

Mato Grosso do Sul deve colher volume até 15% maior de soja na próxima safra que será colhida no segundo trimestre de 2010. O que sustenta o prognóstico mais otimista é a previsão climática de chuvas mais abundantes, que começa a se concretizar.

Segundo dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área plantada tende a crescer entre 1% e 2%, podendo ocupar de 1,733 milhão de hectares a 1,75 milhão ao passo em que na safra passada ocupou 1,715 milhão de hectares.

O principal ganho, porém, será na produtividade. De 2.436 quilos por hectare passa a 2.750, 12,9% de aumento.

Com isso, a produção pode atingir de 4.765.800 toneladas a 4.812.800 toneladas, dependendo da área plantada. O ganho pode chegar a 633,1 mil toneladas. Considerando cotação de R$ 42,00 para a saca de 60 quilos, são R$ 443 milhões a mais.

De um modo geral a produção de grãos selecionados em Mato Grosso do Sul deve crescer até 21,1% na safra 2009/10, atingindo 8,5 milhões de toneladas, o que corresponde a 1,5 milhão a mais que na safra deste ano.

O gerente de operações e superintendente substituto da Conab em Mato Grosso do Sul, Nilson Azevedo Marques, ressalta que a safra passada teve grande frustração por conta da estiagem atípica nos primeiros meses deste ano. Além disso, a chuva demorou a chegar na primavera passada, o que deixou os sojicultores apreensivos no início do plantio.

Desta vez ele acredita que os sojicultores que não dependem de financiamento, para o qual é preciso seguir o zoneamento agrícola, já comecem a plantar desde já, especialmente variedades precoces. Por outro lado, as chuvas reforçam o alerta para que os pecuaristas não descuidem das lavouras diante do risco de maior ocorrência de ferrugem asiática.

Para o milho 1ª safra a previsão é de redução da área plantada. Na safra passada foram 84,7 mil hectares e desta vez deve ficar entre 68,6 mil e 72,8 mil hectares, ou seja, a queda pode chegar aos 19%. Por outro lado, a produtividade tende a aumentar em 1,5%, de 5 .925 quilos por hectare a 6.012. Com estes números, a previsão é que sejam colhidos de 412,4 mil toneladas do grão a 437,7 mil toneladas, frente à produção de 501,8 mil toneladas neste ano.

A área plantada com algodão também deve reduzir, de 12% a 22%. A produção esperada de algodão em caroço é de 115,2 mil toneladas a 130 mil toneladas, ao passo em que nesta safra alcançou 146,7 mil toneladas.

O mesmo ocorre com a produção de arroz, que deve encolher de 17,5% a 21,1% de 198,8 mil toneladas a até 156,9 mil toneladas. Já para o feijão a previsão é de produtividade 31% maior entre as três safras, alcançando 20,3 mil toneladas, crescimento de quase 32%.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions