A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/02/2014 15:36

Produtores de soja terão prejuízo de R$ 350 milhões mesmo com aumento da chuva

Aliny Mary Dias
Presidente da Aprosoja falou sobre perspectiva da produção neste sábado (Foto: Marcos Ermínio)Presidente da Aprosoja falou sobre perspectiva da produção neste sábado (Foto: Marcos Ermínio)

Com a forte estiagem que atingiu Mato Grosso do Sul em plena época de desenvolvimento da soja, as perdas já eram esperadas. A expectativa da produção chegar a 6,3 milhões de toneladas já caiu para 6 milhões e o último levantamento aponta que o prejuízo deve chegar a R$ 350 milhões para os produtores do Estado.

De acordo com o presidente da Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul), Maurício Koji Saito, o aumento do volume de chuva em fevereiro não foi suficiente para melhorar as perspectivas do ciclo atual de produção.

“Nosso último cálculo mostra que chegaremos a 6 milhões de toneladas e o prejuízo poderá chegar a R$ 350 milhões. A chuva que vem aumentando ajuda a diminuir essas perdas, mas mesmo assim não acreditamos que a recuperação levará a produção para as 6,3 milhões de toneladas iniciais”.

Estiagem - Em janeiro, a divisa entre Sidrolândia e Maracaju, dois dos principais municípios produtores do Estado, passou 60 dias de seca. Ainda na região Sul, quando teve chuva, a quantidade foi inferior à necessária para irrigar a lavoura. No período mais crítico, entre 10 de dezembro e 5 de janeiro, foram 100 mm, ante a média de 200 mm nos anos anteriores.

A colheita das variedades mais precoces da soja já teve ter início, e deve ser concluída no fim de março. Aproximadamente 45% da safra já foi vendida antecipadamente pelos produtores, o restante da produção deve ser comercializado somente após a colheita.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions