A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

09/10/2014 16:46

Produtores precisam informar sobre a àrea cultivada com soja à Iagro

Priscilla Peres
Soja começou a ser plantada em MS, no fim do mês passado. (Foto: Famasul)Soja começou a ser plantada em MS, no fim do mês passado. (Foto: Famasul)

Os produtores de soja de Mato Grosso do Sul precisam informar a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) sobre o andamento do plantio de soja da safra 2014/15. O registro da área plantada é obrigatório e o prazo termina no dia 10 de dezembro. O objetivo da medida, prevista em lei estadual, é levantar informações sobre o cultivo do grão no Estado, para prevenção e controle da ferrugem asiática.

"Nos últimos dois anos, tivemos um aumento considerável na área de plantio de soja, principalmente em regiões tradicionalmente dedicadas à produção pecuária. Por isso, ainda existem produtores que não conhecem a obrigatoriedade do cadastro”, explica o presidente da da Aprosoja/MS (Associação de Produtores de Soja), Mauricio Saito.

Outra medida adotada pelos produtores para combater a ferrugem asiática e evitar perdas é o vazio sanitário, um período de quatro meses em que não se pode plantar soja. No Estado, essa época acontece entre 15 de junho e 15 de setembro. Na safra passada, dados da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) mostram que foram registrados 31 casos em MS, sendo que 21 ocorrências em Chapadão do Sul.

Para o gerente de defesa sanitária vegetal da Iagro, Felix Rebouças, o objetivo do cadastro é verificar se o vazio está sendo cumprido no Estado e assim garantir que não haja prejuízo no programa de controle da ferrugem asiática. "A finalidade é traçar metas de controles fitossanitários para a principal cultura de Mato Grosso do Sul".

Os dados da área da propriedade, do plantio da safra, das variedades plantadas, devem ser cadastradas no site da instituição (www.iagro.ms.org.br). O gerente da instituição alerta que o documento é emitido por propriedade. "Se o produtor tem duas fazendas que plantam soja, ele deve fazer dois cadastramentos", afirma Rebouças que também enfatiza que o produtor que perder o prazo de cadastramento estará sujeito a multas. Em caso de dúvidas, entrar em contato pelo telefone 0800 647 2788.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions