A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/11/2013 20:08

Produtores rurais lucram até seis vezes mais com gestão agropecuária

Zana Zaidan
Evento trouxe à Capital referência da gestão em agronegócio brasileiro (foto: João Garrigó)Evento trouxe à Capital referência da gestão em agronegócio brasileiro (foto: João Garrigó)

O elevado custo de produção, as sucessivas quedas no preço da arroba do boi e a substituição de áreas de pastagens pela cana-de-açúcar e eucalipto fez com que muitos produtores rurais abandonassem a pecuária em Mato Grosso do Sul.

Entretanto, alguns pecuaristas conseguiram driblar a “crise” e tornar a atividade não só viável, mas até seis vezes mais rentável após a prática da gestão pecuária.

É o caso da fazenda Santa Mariana, em Naviraí, a 366 quilômetros de Campo Grande. O grupo agropecuário existe desde 1980, mas em 2007, a cria, recria e engorda do gado já não se mostrava um negócio lucrativo – o rendimento médio era de R$ 68 por hectare.

Com a adoção do sistema de gestão da produção das matrizes, os lucros hoje chegam a R$ 450 por hectare. “E a nossa meta é chegar a pelo menos R$ 1,2 mil em 2016”, explica o gerente de produção da fazenda, Jaderson Paterno. “Nós conseguimos reduzir a área de pastagem e aumentar o rebanho”, acrescenta.

A fazenda trabalha com a pecuária intensiva, e usa o sistema integração lavoura-pecuária. “Centralizamos o gado e conseguimos trabalhar com a correção das pastagens”, afirma.

O métodos da gestão agropecuária é simples: criar formas para que o produtor rural administre bem as ferramentas que têm à disposição na fazenda. “A falta de planejamento é um dos principais problemas que causam a baixa rentabilidade. A gestão do negócio torna o crescimento do empreendimento rural viável, e faz com que se fortaleça para o enfrentamento das crises, além de estar preparado para aproveitar as oportunidades”, explica o coordenador da Terra Desenvolvimento - empresa que presta consultoria em gestão agropecuária - Antônio Chaker.

“Existem muitos problemas encontrados na gestão pecuária, como a dificuldade dos produtores em controlar dados por meio de anotações organizadas, inexistência de um método simples para controlar os custos da atividade, falta de gerenciamento das tecnologias com o devido assessoramento técnico”, aponta o especialista.

“Não fizemos grandes mudanças na rotina da nossa fazenda, mas a aplicação da gestão fez toda a diferença”, acrescenta Paterno, que usou a consultoria da Terra na Santa Mariana.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions