A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/01/2016 13:16

Programa prevê entrega de sementes e combustível para 12 mil famílias indígenas

Caroline Maldonado
Ao fim da reunião, Agraer entregou duas plantadeiras de tração animal para a aldeia Córrego do Meio (Foto: Divulgação/Agraer)Ao fim da reunião, Agraer entregou duas plantadeiras de tração animal para a aldeia Córrego do Meio (Foto: Divulgação/Agraer)

Indígenas da região de Sidrolândia esperam receber sementes de milho e de feijão, além de combustível para máquinas agrícolas, por meio do Proacin (Programa de Apoio as Comunidades Indígenas de Mato Grosso do Sul). Ao todo, mais de 12 mil famílias serão beneficiadas.

O programa é coordenado pela Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) em parceria com a Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho). A entrega dos insumos depende ainda de licitações, segundo o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini, que esteve em reunião com lideranças na aldeia Córrego do Meio, em Sidrolândia, na terça-feira (26).

Está prevista a entrega de 516 sacos com sementes de milho e outros 460 de feijão, além de 50 mil litros de óleo diesel para a operação das máquinas no campo. Para o presidente da Agraer, o programa que atenderá todas as aldeias do Estado oferece dentro de seu cronograma de ações o trabalho de análise de solo.

“É uma forma de conhecermos mais detalhadamente a qualidade das terras em que nossos índios vivem para que a assistência seja ofertada com êxito e produtividade, gerando rendas as famílias que vivem na zona rural”, comentou. Ao fim da reunião, a Agraer entregou duas plantadeiras de tração animal para a aldeia Córrego do Meio.

O encontro contou com a presença da subsecretária de Políticas Indígenas da Sedhast, Silvana Terena e os moradores da aldeia Córrego do Meio, além de caciques de outras quatro comunidades.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions