A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/06/2012 15:47

Projeto quer recuperar e alavancar produção no assentamento Itamarati 2

Fabiano Arruda

Secretário nacional de Irrigação e senador Waldemir Moka anunciaram nesta manhã investimentos do Ministério da Integração

Secretário nacional de Irrigação, Ramon Flávio Gomes Rodrigues, fala sobre investimentos no Itamarati 2 em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)Secretário nacional de Irrigação, Ramon Flávio Gomes Rodrigues, fala sobre investimentos no Itamarati 2 em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)

O secretário nacional de Irrigação, braço do Ministério da Integração Nacional, Ramon Flávio Gomes Rodrigues, afirmou, nesta segunda-feira, durante lançamento do programa “Leite Forte”, em Campo Grande, que o assentamento Itamarati 2, em Ponta Porã, terá sua área recuperada e ampliada por meio de projeto dentro do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento).

Serão ações de irrigação de terras, o que deve beneficiar 315 lotes e aproximadamente 1,7 mil famílias. Os estudos no local são realizados há pelo menos dois anos.

A área total do assentamento tem 9,7 mil hectares. O projeto prevê quase R$ 100 milhões em investimentos e R$ 60 milhões já estão garantidos, segundo o secretário.

Segundo informações da Integração Nacional, estão previstas novas áreas com utilização de pivôs, microaspersão, gotejamento e sistema aspersor fixo (pastagens). A distribuição será constituída de estações de bombeamento, com captação junto aos córregos Santa Virgínia e Rio Dourados.

“Uma das formas de atender a alta demanda por alimentos é aumentar a produtividade”, citou para destacar a importância do projeto.

Senador Waldemir Moka anuncia recursos, do Ministério da Integração Nacional, de R$ 5 milhões para projetos de irrigação em MS. (Foto: Divulgação)Senador Waldemir Moka anuncia recursos, do Ministério da Integração Nacional, de R$ 5 milhões para projetos de irrigação em MS. (Foto: Divulgação)

Ações de irrigação - Outro recurso oriundo do Ministério da Integração Nacional será a disponibilização de 500 kits de irrigação para propriedades produtores de leite em Mato Grosso do Sul, o que demandará R$ 5 milhões em investimentos da pasta.

O anúncio do recurso foi feito pelo senador Waldemir Moka (PMDB), que também participou do evento no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo nesta manhã.

Esta é uma das alternativas para fazer o potencial produtivo do leite no Estado chegar a 2 milhões de litros por dia até 2014, pontuou o senador.

Sobre o setor, além dos investimentos para melhorar a qualidade e produção, Moka pediu atenção para a exportação.

Segundo ele o segmento encontra barreiras em exportar para países como Argentina e Canadá, no entanto, na contramão, segue importando. “Tem que haver proteção à cadeia produtiva do leite para manter preço competitivo, o que é um trabalho penoso, sobretudo, aos pequenos produtores”, pontuou.

O senador ainda garantiu que reivindicou ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), em Brasília (DF), linhas de financiamento que contemplem os pequenos produtores.

“As grandes empresas não podem crescer a custo do fechamento de pequenos laticínios”, opinou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions