A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/04/2015 22:43

Projetos para jovens do campo vão receber investimentos de R$ 5 milhões

Mariana Tokarnia, da Agência Brasil
Cinco mil jovens trabalhadores rurais do Brasil e delegações de 10 países da América Latina se reúnem no 3º Festival da Juventude Rural. Na foto, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias. (Foto: Divulgação)Cinco mil jovens trabalhadores rurais do Brasil e delegações de 10 países da América Latina se reúnem no 3º Festival da Juventude Rural. Na foto, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias. (Foto: Divulgação)

Com objetivo de investir em projetos destinados aos jovens do campo, foi lançado hoje (27), durante evento da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), o edital da Juventude Rural que estabelece a parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Fundação do Banco do Brasil.

De acordo com o edital, serão destinados R$ 5 milhões do fundo social para projetos de cooperativas e associações de jovens, de 15 anos a 29 anos, com mais de dois anos de existência, voltados para produção. Os projetos selecionados receberão de R$ 70 mil a R$ 200 mil. Estão incluídas populações indígenas, quilombolas e extrativistas.

Os projetos deverão ser executados nos próximos 18 meses e os recursos poderão ser investidos em máquinas e equipamentos, de fabricação nacional; implantação de lavoura permanente em área coletiva; entre outros. As propostas devem ser encaminhadas à Fundação Banco do Brasil até o dia 30 de junho.

Com foco na agroecologia, também foi assinado edital que trata da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), que atenderá, em três anos, 22,8 mil jovens trabalhadores rurais de 23 estados brasileiros com assistência técnica aos jovens.

As medidas foram anunciadas após a Contag entregar, no dia 18 de março, a Carta Proposta da Juventude Rural Brasileira e da América Latina ao governo. Entre as demandas da carta, estão a ampliação da reforma agrária, da agricultura familiar e do crédito fundiário para os jovens.

O presidente da Contag, Alberto Ercílio Broch, disse que a falta de perspectivas está expulsando os jovens do campo. Atualmente, são cerca de 8 milhões, que representam 27% da população rural do país. Desses, 2,3 milhões, eram, em 2010, extremamente pobres, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)."Falta incentivo para esses jovens ficarem na roça, 84% querem permanecer, mas saem por não terem acesso a políticas e vão em busca de outras oportunidades".

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, destacou que os atos assinados nesta segunda-feira atendem algumas das demandas, mas que outras medidas serão anunciadas brevemente. "Os convênios que assinamos hoje aqui são destinados à juventude do campo. Teremos outras iniciativas e outros atos proximamente, se Deus quiser".
Também presente no evento, o ministro da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Pepe Vargas, falou sobre a questão da saúde e educação no campo que, segundo ele, deve ser tratada de forma federativa.

"Quando a gente fala em saúde e educação, são políticas federativas. Um país do tamanho continental como o Brasil precisa trabalhar de forma federativa. Não é só União, mas os estados e municípios devem atuar também. A infraestrutura melhorou muito no campo nos últimos anos, mas ainda temos um trabalho grandioso".

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions