A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/11/2012 22:01

Seminário na Capital discute sobre o cenário rural do Brasil

Helton Verão
André está entre os participantes do Seminário MS Agro - Desafios Estratégicos para a Competitividade do Agronegócio de MS (Foto: Divulgação)André está entre os participantes do Seminário MS Agro - Desafios Estratégicos para a Competitividade do Agronegócio de MS (Foto: Divulgação)

O presidente da Monsanto, André Dias estará na próxima terça-feira(20) na Capital para participar do MSAgro. Ele apresentará a escala global para traçar o cenário e potencial do setor agro brasileiro.

“Um bilhão de pessoas passa fome no mundo e teremos nove bilhões de pessoas no planeta em alguns anos. São números que traduzem nossos desafios e o Brasil é parte importante da solução, pois exporta alimentos”, explana Dias.

O dirigente confia que o desenvolvimento de tecnologia para a área agrícola fará a diferença nos índices de produção. “Parte da solução passa pela utilização de mais tecnologia no campo. Acreditamos que desta forma seja possível produzir mais e ao mesmo tempo conservar mais”, avalia.

O MS Agro - Desafios Estratégicos para a Competitividade do Agronegócio de Mato Grosso do Sul, acontece no dia 20 de novembro, a partir das 13h, no auditório da Famasul, em Campo Grande.

Junto com ele, o senador Waldemir Moka e o economista José Roberto Mendonça de Barros integram o grupo de convidados de um Talk Show que será realizado durante o evento. O responsável pela mediação é Marcos Jank, especialista em agronegócio e professor da Esalq/USP.

A produção de soja em Mato Grosso do Sul evoluiu 876% nos últimos 30 anos. De 472 mil toneladas do grão na safra de 1977/1978 a última safra contabilizou 4,6 milhões de toneladas. A área plantada pulou de 494 mil hectares, no final na década de 70 para 1,8 milhão de hectares e deve aumentar em 14% na safra de 2012/2013, chegando a 2,1 milhões de hectares. O aumento se dará principalmente sobre áreas de pastagens degradadas.

Durante as 4 horas do seminário serão abordados temas estratégicos como análise do mercado e do cenário do agronegócio no Estado, visando incitar o desenvolvimento, a reflexão e a troca de idéias entre os participantes.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da Famasul – www.famasul.com.br. A Famasul fica na Rua Marcino dos Santos, 401, bairro Chácara Cachoeira. Mais informações no (67) 3320-9700.



Nós precisamos produzir alimento. Um bilhão de pessoas passa fome pq não tem acesso à terra, pq não recebe incentivo de produção, pq as políticas de governo não são para a pequena produção, pq não tem políticas adequadas e igualitárias para produzir alimento. O avanço do agronegócio gera riqueza para poucos enquanto a maioria padece. As grandes commodities como a soja e a cana são os grandes responsáveis pela fome no mundo.
 
Mario Ney Rodrigues em 16/11/2012 07:42:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions