A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/04/2010 11:56

Senado discute prejuízos de produtores rurais do Estado

Redação

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado realizou na terça-feira audiência pública para debater os critérios adotados pelo governo na implantação de linhas de transmissão, especialmente as voltadas para as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs).

Os produtores rurais do Estado, da região de Chapadão do Sul, reclamaram do impacto negativo provocado por empreendimentos previstos no projeto original.

Para eles, as linhas de transmissão prejudicam economicamente a safra. O sindicato Rural de Chapadão do Sul e a Cooperativa Copper sugeriram uma alteração no traçado da subestação, a fim de tirá-la da região de agricultura intensiva para a região de pecuária extensiva.

Os produtores relataram os acidentes ocorridos com máquinas agrícolas, aviões de pulverização que colidiram em torres. Existem também dificuldades em usar as máquinas de pulverização, colheita, com as torres instaladas dentro da propriedade.

O presidente da EPE (Empresa de Pesquisa Energética), Maurício Tolmasquim, disse que a EPE sugeriu um local para a instalação do projeto, mas que houve acordo de mudanças entre o responsável pelo empreendimento e o governo do Estado: "Nós fizemos uma sugestão que foi alterada e que foi dada a licença ambiental pelo Estado para a realização do empreendimento", afirmou dizendo que não há problemas no âmbito do impacto econômico na proposta feita pelo sindicato rural.

No entanto, destacou os entraves burocráticos e jurídicos que podem ocorrer, caso haja alteração real no projeto. Segundo ele, a questão agora deve ser debatida com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Segundo Carlos Alberto Negreiros Said de Menezes, secretário de Meio Ambiente, o Estado está disposto a evitar prejuízos ao produtor, "mas não sabemos ainda se é possível alterar o projeto original com a empresa responsável pelo empreendimento".

Os três senadores de Mato Grosso do Sul concordaram com a necessidade de se abrir mais a discussão a fim de chegar a um consenso rapidamente, uma vez que o projeto da subestação ainda não foi todo executado.

A senadora Marisa Serrano (PSDB) destacou a importância econômica de Chapadão do Sul para o Estado e para o Brasil e defendeu a busca de uma solução. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions