A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/02/2014 20:04

Sojicultores vão receber orientações para combater pragas e aumentar produção

Zana Zaidan
Produtores de Maracaju e outras nove cidades vão receber as orientações (Foto: Divulgação)Produtores de Maracaju e outras nove cidades vão receber as orientações (Foto: Divulgação)

Depois de passar por cinco municípios do Estado, produtores rurais de Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande, receberão orientações de como combater as pragas da lavoura da soja e formas de elevar a produtividade dos grãos.

Os participantes terão conhecimento acerca das técnicas de manejo, além de procedimentos de amostragem – utilizados para quantificar os insetos presentes nas lavouras, com o intuito de observar a real necessidade da aplicação de inseticidas.

Conforme a Fundação MS, instituição de pesquisas que organiza o ciclo de palestras, é essencial saber identificar a causa para que o controle da praga seja mais eficiente, enquanto o produtor apresenta muitas dúvidas,especialmente sobre a Helicoverpa armigera, considerada nova no cenário brasileiro e que ataca diversas culturas.

Sobre a necessidade da entrada de controles químicos nas lavouras de soja e milho, o pesquisador abordará alguns exemplos comuns nas duas culturas. “Geralmente essa praga ataca após a semeadura, ou seja, direto na semente. Por isso, vamos falar sobre a quantidade de insetos e a aplicação dos produtos”, explica o pesquisador de fitossanidade da Fundação MS, José Fernando Grigolli.

Cultivares de soja geneticamente modificadas também serão abordadas nos dias de campo, por meio de palestras ministradas pelo pesquisador de fitotecnia soja da Fundação MS, Carlos Pitol. Assuntos como produtividade e rentabilidade ao produtor estão na pauta. “A cada ano novas cultivares são recomendadas, pois o melhoramento de soja é bastante dinâmico”, acrescenta Pitol.

As informações técnicas serão levadas ao produtor durante o “Dia de Campo”, realizado em 10 municípios do Estado. O circuito já passou por Naviraí, Caarapó, Sidrolândia, Rio Brilhante e Amambai.

Depois de Maracaju, as palestras serão ministradas em São Gabriel do Oeste, no dia 5, Campo Grande (7), Antônio João (8) e Dourados (11).

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions