A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/04/2011 16:02

Vacinação da aftosa em MS será em maio e novembro, define ministério

Jorge Almoas

Ministério divulgou hoje o calendário para todo o Brasil

A vacinação do rebanho bovino e bubalino de Mato Grosso do Sul se dará em duas etapas, divulgou nesta sexta-feira o Ministério da Agricultura e Abastecimento. O calendário contempla os meses de maio e novembro, no Planalto e no Pantanal.

Em maio, todo o rebanho no Planalto será imunizado no período de 1º a 30 de maio, tal como o Campo Grande News havia adiantado nesta semana. No Pantanal, os produtores podem optar por imunizar todo o gado em maio (de 1º de maio a 15 de junho) ou em novembro (de 1º de novembro a 15 de dezembro).

Com o reconhecimento da OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) de todo o Mato Grosso do Sul como área livre da febre aftosa sem vacinação, em 4 de fevereiro deste ano, a ZAV (Zona de Alta Vigilância) deixa de existir oficialmente.

No entanto, segundo a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), as propriedades localizadas na fronteira de Paraguai e Bolívia terão calendário próprio. Uma diferença que a aplicação das doses contra a aftosa será feita pelos próprios pecuaristas, com supervisão da agência de defesa.

Na ZAV, a vacinação está prevista para iniciar em 1º de maio. O único Estado que começa a vacinar o seu rebanho hoje é Roraima.

Mato Grosso do Sul tem aproximadamente 22 milhões de cabeças de gado. Na antiga ZAV, são 810 mil animais. Em todo o Brasil, serão disponibilizadas aproximadamente 560 milhões de doses, para imunizar 208 milhões de cabeças.

E m 2010, Mato Grosso do Sul registrou 99,41% de animais imunizados contra a febre aftosa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions