A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/07/2010 08:09

Vacinação e controle barram a raiva bovina

Redação

Passado o período mais crítico, os focos de raiva em rebanhos bovinos de Mato Grosso do Sul estão bem aquém de números atingidos em anos anteriores.

Na avaliação do coordenador estadual do Programa de Controle da Raiva, Ademar Etiro Mori, isso se deve ao trabalho das equipes de campo, que fazem o controle populacional de morcegos e também à vacinação dos animais.

De janeiro até agora são 14 focos em propriedades de seis municípios (Pedro Gomes, Alcinópolis, Cassilândia, Miranda, Naviraí e Sonora). No ano passado foram 23 focos em 12 municípios.

O inusitado neste ano foi Naviraí entrar nesta relação, porque não tinha registros anteriores da doença e desta vez cinco rebanhos foram atingidos. "A situação há está controlada", diz Ademar.

O ápice dos casos foi entre abril e maio, mas o monitoramento continua. Dez equipes da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) fazem o controle populacional de morcegos.

Hoje criadores de 11 municípios pantaneiros e peripantaneiros são obrigados a vacinar. Além disso, a recomendação é que se vacine sempre que haja focos em um raio de 12 km da propriedade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions