A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

16/01/2017 08:54

Família vai à Justiça contra boate onde adolescente entrou antes de morrer

Viviane Oliveira e Marcus Moura
Isabela morreu em acidente ocorrido na madrugada de domingo (Foto: reprodução/Facebook)Isabela morreu em acidente ocorrido na madrugada de domingo (Foto: reprodução/Facebook)

A família de Isabela da Silva, 15 anos, morta em acidente de carro na madrugada de domingo (15), quando voltava da casa noturna Macalé, diz que entrará na Justiça contra a boate, que autorizou a entrada da adolescente no estabelecimento. “Está todo mundo devastado, porque ninguém esperava que ela estivesse em um ambiente desse”, lamentou o funcionário público de 36 anos, tio da garota.

O acidente ocorreu no cruzamento da Rua Petrópolis com a Avenida Lúdio Martins Coelho, na entrada do Conjunto União, em Campo Grande. Isabela era uma das sete ocupantes de um GM Monza, conduzido por um rapaz de 24 anos. Ela morreu depois que o automóvel caiu dentro do córrego Lagoa. Já as amigas dela, Luanna Maciel Lemes do Nascimento, 20 anos, e a irmã de 17 anos, foram socorridas à Santa Casa e já receberam alta.

Testemunhas relataram que o motorista perdeu o controle da direção em uma curva porque fugia de uma perseguição feita por homens em motocicleta, sendo um deles ex-namorado da adolescente. O grupo voltava da boate, onde se envolveu em confusão com os rapazes.

Depois do acidente, os homens pediram ajuda na avenida e depois fugiram, abandonando as meninas no local. 

Ainda de acordo com o tio, a adolescente mentiu para a mãe que ia tomar tereré na casa da amiga, uma das ocupantes do carro que caiu no córrego, e aproveitou para sair. Ela ajudou a mãe a lavar louça e limpar a casa para poder sair”, contou.

Isabela, que era a filha mais velha de três irmãos, cursava o 8º ano. “Você imagina a cabeça da minha irmã, com duas crianças pequenas de 4 e 7 anos, tendo que cuidar do enterro da filha”, disse o tio.

Carro quase caiu dentro do córrego (Foto: Fernando Antunes)Carro quase caiu dentro do córrego (Foto: Fernando Antunes)

Quanto ao namorado de Isabela que teria perseguido o veículo, o tio disse que a família não conhece o rapaz. Revoltado com a situação, ele afirmou ainda que a menina morreu afogada e que se tivesse recebido ajuda dos rapazes que fugiram, não teria morrido. 

O Campo Grande News tentou contato com a casa noturna Macalé pelos dois números que constam no Facebook da boate, mas as ligações não foram atendidas. O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) proíbe à entrada de menores de 18 anos em casas noturna. Os responsáveis pela boate podem ser responsabilizados criminalmente, caso tenha permitido a entrada.

O corpo de Isabela começou a ser velado na tarde de domingo na capela Campo Grande e o sepultamento está previsto para ocorrer ainda nesta manhã (16), no cemitério Nacional Parque.

Acidente - Conforme boletim de ocorrência, o motorista do veículo GM Monza, de cor branca, seguia em alta velocidade, quando perdeu o controle da direção em uma curva, bateu a roda na mureta e caiu no córrego Lagoa.

O corpo de Isabela foi encontrado à margem, há alguns metros depois do veículo. Tudo indica que a garota foi lançada para fora do Monza.



Se a guria estivesse em casa, dormindo, e não"tomando tereré" até madrugada, talvez estivesse viva né?????
Cadê a mãe e o pai para dar limites?
Criança fica em CASA a noite....e de dia lava louça e ajuda com serviços....
 
MARRY em 16/01/2017 21:44:44
Concordo com o comentário de que a boate pode até ter responsabilidade na entrada, mas na morte não que não tem nada a ver...
Infelizmente os pais são culpados por não monitorar os filhos e querem desculpas para a morte e ainda sem contar que no mínimo agora processar o estabelecimento e pedir uma indenização...Esse é o retrato de tantas leis protecionistas que no final desprotegem. Resumindo: os filhos fazem o que quer e os pais não podem corrigir. Essa é outra verdade.
 
Geter Ostemberg em 16/01/2017 15:27:31
Dai vem a grande pergunta: O que a boate tem a ver com um acidente que aconteceu KMs de distancia?? e com uma garota que disse que ia tomar tereré e foi pra Boate?? Eles tem sim responsabilidade de nao deixar menor entrar na boate, mas o que aconteceu nao foi la dentro portanto eles nao tem nada a ver com isso.PFVR
 
Mauro em 16/01/2017 13:58:22
Agora da para saber de onde saiu tanta ignorância e deseducação dessa menina, com certeza da família, que quer culpar a boate pela tragédia, que além de estar evidente que ocorreria em qualquer lugar, NÃO ocorreu dentro do estabelecimento, incluindo, outros crimes, provavelmente o condutor alcoolizado, a questão da perseguição, a má educação da garota em mentir, enfim, existem vários fatores que levaram a morte dessa garota, ANTES de chegar a culpa a um estabelecimento que permite entrada de menores, o que pelo visto não tem problema algum SE ela estava acompanhada de MAIORES (no caso a matéria diz rapaz de 24 anos) que os tornam responsáveis DIRETOS, na ausência dos pais no estabelecimento. Lamentável a tragédia e o oportunismo do processo.
 
Emilio em 16/01/2017 11:50:26
É muito fácil culpar os outros pela falta de responsabilidade dos pais. Quem manda em MENOR DE IDADE é pai/mãe/responsável. Se sair tem que ter hora pra voltar, ninguém morre por ficar dentro de casa, morre nas ruas, com companhias inadequadas. Não morri por minha mãe não ter me deixado sair para passear e estou viva. É lamentável esse acidente, porém, serve mais uma vez para a reflexão: direito adquirimos quando assumimos a responsabilidade pelas nossas vidas. Pagar as nossas contas e arcarmos com as consequências daquilo que fazemos. Adolescente não faz nada disso, então, o que resta é aceitar os limites que os pais impõem.
 
Ju em 16/01/2017 11:34:39
Esses jovens estão cada vez mais sem medo, saiu de casa pra ir a um lugar e foi a outro, tinha namorado sem o conhecimento da mãe, que tereré é esse que vai até de madrugada?? Por favor Jovens, não saiam escondidos, não vão a esses lugares... pela história aí, dá pra ver que ninguém é amigo de verdade. É muito complicado, mas a grande maioria dos jovens estão se perdendo e perdendo suas vidas por pura irresponsabilidade, sete pessoas dentro de um mesmo carro? Sinto pena dessa mãe que agora ficou sem a filha e sinto muito por isso, mas ninguém se responsabiliza pelo filho de ninguém, então melhor ficarmos atentos, os jovens terem mais consciência e o poder Público fiscalizar os locais públicos, mas do jeito que eles andam se não deixam entrar a maioria fica nas ruas mesmo como vimos sempre
 
Marcia em 16/01/2017 10:58:33
Interessante observar o foco de responsabilização em um caso como esse, temos ao meu ver alguns responsáveis/coautores nessa tragédia:
- Família: essa imaginava que a jovem estivesse tomando tereré na casa de uma amiga (sqn);
- Boate Macalé: É sabido que essa e tantas outras casas noturnas em Campo Grande são omissas e permitem a entrada de menores;
- Poder público: Nunca vi qualquer fiscalização, acompanhamento, investigação, etc em nenhuma casa noturna. Reza a lenda de que a fiscalização existe... Ai vem uma tragédia e no próximo final de semana um grande aparato nas boates para tirar fotos e aparecer na mídia...
- Ocupantes do veículo/motorista: Embora apresentem a versão de que havia uma perseguição em andamento, isso deve ser investigado a fundo. Por que fugiram do local?
 
Paulo Satyro em 16/01/2017 10:42:58
Entendo que realmente a casa noturna deve ser fiscalizada, mais tomando tereré até de madrugada, me desculpe a familia entendo que este momento não é de ficar criticando, mais precisamos estar mais atentos onde nossos filhos andam, com quem andam, e o horário que andam... a casa noturna em nada tem haver com isto, lógico que tem a responsabilidade de vender bebida alcoólica para menor, mais o acidente ocorreu em uma via publica, e por sinal longe da casa noturna, não estou isentando a casa noturna, porém querer arrumar justificativa para este incidente e não ver realmente onde foi o erro não é uma forma coerente...
 
gibha em 16/01/2017 10:16:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions