A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

12/09/2017 10:00

Vítimas de acidente causado por condutor bêbado continuam em coma

Viviane Oliveira
Acidente aconteceu na noite de quinta-feira (7),
feriado de 7 de setembro (Foto: Izabela Sanchez) Acidente aconteceu na noite de quinta-feira (7), feriado de 7 de setembro (Foto: Izabela Sanchez)

Há 5 dias internadas na Santa Casa, a adolescente de 17 anos e Gislayne Santos Gimenez, 44 anos, vítimas de acidente causado por Matias Marques da Silva, 47 anos, na última quinta-feira (7), continuam internadas em estado grave. A colisão entre dois veículo foi no anel rodoviário, próximo ao Shopping Bosque dos Ipês, em Campo Grande.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a menina está em coma espontâneo no CTI (Centro de Terapia Intensiva). Foi retirado o sedativo, mas a paciente ainda não acordou. O estado de saúde dela é considerado grave. A menina sofreu fratura no fêmur direito, luxação de quadril esquerdo e ferimento extenso na coxa direita.

A outra vítima, Gislayne, também continua internada no CTI. Ela sofreu TCE (Traumatismo Craniano Encefálico) fraturou o fêmur direito e esquerdo. A equipe medica suspendeu a sedação e aguarda a paciente acordar. Matias, que teve a prisão preventiva decretada, continua no hospital recebendo cuidados. Ele está internado sob escolta policial.

Caso - Conforme divulgou a PRF (Polícia Rodoviária Federal), Matias dirigia sob efeito de 0,61 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, quando causou o acidente que levou a morte Cleberson Alves Ferreira, 33 anos, e Eliane dos Santos Gimenez, 39.

Os dois estavam num Chevrolet Corsa Wind, e bateram de frente com o Fiat Strada, que Matias dirigia. No carro do casal também estavam Gislayne Santos Gimenez, 44 anos, e as filhas de Cleberson e Elaine, de 12 e 17 anos. A menina de 12 anos já recebeu alta hospitalar. Matias e Eva Belas Colman, 41, esposa dele, também ficaram machucados. Eva já está se recuperando em casa. Ainda conforme registrou a PRF, além de dirigir alcoolizado, o condutor do Fiat Strada teria invadido a pista contrária ao tentar fazer ultrapassagem em local proibido.

Matias da Silva vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, lesão corporal culposa, e embriaguez ao volante, conforme o registro da Polícia Civil. Ele está internado sob escolta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions