A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

04/06/2017 14:31

Acidentes de trânsito diminuem, mas número de mortes aumenta em 29%

Viviane Oliveira
Na quarta-feira (31), o motociclista Uesley Frank Moesch, 45 anos, morreu após bater na traseira de um ônibus do transporte coletivo (Foto: Willian Leite)Na quarta-feira (31), o motociclista Uesley Frank Moesch, 45 anos, morreu após bater na traseira de um ônibus do transporte coletivo (Foto: Willian Leite)

Nos primeiros cinco meses deste ano, foram registradas 35 mortes no trânsito de Campo Grande, ou seja, 29% a mais que no mesmo período de 2016, quando foram 27 óbitos, de acordo com dados divulgados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

No entanto, o número de acidentes caiu de 4.649 para 3.959, o que significa queda de 14,8% em comparação com o mesmo período do ano passado. Também houve redução de 14,2% na quantidade de acidentes com vítimas, de 2.393 registros para 2.053.

Segundo o órgão, as estatísticas revelam que os acidentes deste ano foram mais graves, mesmo sendo registrados em menores quantidades. Diversos fatores levaram a essa análise, mas o principal deles é o excesso de velocidade e a falta de atenção, explica o diretor-presidente do Detran, Gerson Claro.

“Não podemos comemorar a redução, infelizmente os números e a gravidade dos acidentes são preocupantes. Apesar de toda a mobilização e o trabalho contínuo educativo do Detran, ainda temos muito o que fazer. A sociedade precisa mudar o comportamento no trânsito”, ressaltou.

O "Maio Amarelo", mês escolhido para a campanha contra a violência e imprudência nas ruas da cidade, terminou com oito mortes. Entre as vítimas registradas no mês passado está o bebê Sérgio Augusto Barbosa Xavier Neto, de 8 meses, que morreu em acidente de trânsito na madrugada do dia 7.

Embriagado, o condutor do carro, Sérgio Augusto Barbosa, 25 anos, pai da criança, foi preso em flagrante e liberado no outro dia pela juiz, após pagar fiança. O motorista do outro automóvel envolvido no acidente também foi preso por embriaguez.

Na última quarta-feira (31), o motociclista Uesley Frank Moesch, 45 anos, morreu após bater na traseira de um ônibus do transporte coletivo parado para embarque e desembarque. O acidente aconteceu na Avenida Mato Grosso, em frente à Caixa Econômica Federal, no Bairro Carandá Bosque.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions