A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017

10/05/2013 08:32

Aluno de 8 anos é atropelado em frente à escola estadual

Paula Maciulevicius
Acidente aconteceu em frente à escola estadual. No local, apesar de haver uma lombada eletrônica, motoristas abusam da velocidade e não há sinalização que indique a escola. (Foto: Simão Nogueira)Acidente aconteceu em frente à escola estadual. No local, apesar de haver uma lombada eletrônica, motoristas abusam da velocidade e não há sinalização que indique a escola. (Foto: Simão Nogueira)

Uma criança de 8 anos foi atropelada quando atravessava a rua para chegar à escola estadual Professor Henrique Ciryllo Correa, na manhã desta sexta-feira, no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande. Segundo testemunhas, os carros pararam para que o menino atravessasse, mas uma motocicleta não reduziu e atingiu a criança.

Luis Gustavo de Souza Sandim teve ferimentos na boca e na perna, foi socorrido pelos bombeiros e encaminhado ao posto de saúde do bairro Coronel Antonino.

A criança tinha acabado de descer da van escolar e atravessava a segunda pista de rolamento da avenida Capital. No trecho, apesar de existir uma lombada eletrônica, funcionários da escola relatam que os motoristas abusam da velocidade. No chão, a faixa de pedestre está desgastada pelo tempo e não há qualquer sinalização que indique aos motoristas que no local funciona uma escola.

“É uma questão de segurança. Foi pedido para a Agetran a faixa de pedestre. Hoje os carros pararam, mas a moto passou e ainda pelo lado errado. A gente ensina que eles precisam dar a mão para atravessar. O trabalho de trânsito é feito, mas o que não tem é respeito”, relata a coordenadora escolar Solange de Oliveira.

Inspetora de alunos há 10 anos na escola, Maria Marta Borges relata que a sinalização está precária há muito tempo. “O horário de pico dos motoristas é o nosso também”, reforça.

Na avaliação do sargento da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento do Trânsito), Adilson Soares, mais do que sinalização, o que falta é conscientização. “A gente vai bater sempre nessa tecla, mas aqui é escola, tem criança, é um motivo a mais para ter atenção”.

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) está fazendo levantamento das regiões onde a sinalização de trânsito está precária para reforçar e que está prevista a implantação de faixas horizontais no trecho onde aconteceu o atropelamento.

Detran do MS adere a sistema que dá até 40% de descontos em multas
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) aderiu ao SNE (Sistema de Notificação Eletrônica) e dará até 40% de desconto no...
Idoso morre 12 dias depois de capotagem de carro na BR-060
Dary Fidelis, de 69 anos, morreu neste sábado (21) na Santa Casa de Campo Grande 12 dias depois de ser vítima de um acidente na BR-060, em Chapadão d...



E desde quando moto respeita alguma coisa. Os maiores causadores de acidente em CG.
 
Sérgio Martins em 10/05/2013 09:43:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions