A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

03/11/2011 12:58

Campo Grande tem 2,5 mil focos de semáforos “apagados” pelo sol, informa Agetran

Fabiano Arruda
Semáforo no cruzamento das ruas Joaquim Murtinho e Pedro Celestino é um dos alvos de reclamação de motoristas. (Foto: João Garrigó) Semáforo no cruzamento das ruas Joaquim Murtinho e Pedro Celestino é um dos alvos de reclamação de motoristas. (Foto: João Garrigó)

Campo Grande tem pelo menos 2,5 mil focos (luz) de semáforos que ficam “apagados” pela incidência da luz solar, segundo estimativa da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

No último sábado, acidente que envolveu quatro veículos e resultou na morte de um motociclista, no cruzamento das ruas Joaquim Murtinho e Pedro Celestino, a reclamação era que o sol atrapalhou a identificação das cores no semáforo que fica na via.

Segundo o engenheiro do departamento de sinalização semafórica da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Mauro Alves Chaves, a saída para solucionar o problema é trocar as lâmpadas destes semáforos por lâmpadas de LEDs.

No entanto, conforme ele, o custo é alto. “Enquanto a lâmpada convencional custa R$ 15 a de LED chega a R$ 300”, explicou, ressaltando que a agência não tem recursos para fazer a troca completa.

O engenheiro explica que a Agetran tem priorizado a substituição destes semáforos, por enquanto, em vias de maior movimento com a Afonso Pena, Mato Grosso e Eduardo Elias Zahran.

“Os outros deverão ser trocados gradativamente e os novos só estão sendo instalados com LED”, complementa.



Ele se esqueceu de dizer que enquanto uma lampada incandescente dura no máximo 2.000 horas, a de led (que não custa o que ele afirma) dura até 30.000 horas e elas não queimam ao mesmo tempo como as incandescentes, podendo ser trocadas antes que se apaguem completamente, o que evita acidentes e semáforos apagados! Alé disso a de led consome 90% menos de energia elétrica!
 
Marcos Rogério em 03/11/2011 11:57:52
EU MORO NA ESQUINA DA PEDRO SELESTINO, TODAS AS SEMANAS TEM ACIDENTE. O PROBLEMA DOS CEMAFAROS, SÓ RESOLVEM QUANDO MORRE,
ALGHUEM IMPORTANTE.
 
Vanir queiroz Corinthiano em 03/11/2011 11:09:12
Não aguento essa conversa mole dos responsáveis pelo trânsito e tráfego em nossa cidade. O poder público vive dizendo que trabalha para salvar vidas. Agora, qdo o assunto é melhorar a qualidade dos semáforos em benefício de todos, o serviço fica muito caro. Oras, não é vc engenheiro da agetran que vaipagar os custos, mas todos nós contribuintes, portanto, chega de conversa fiada e mãos à obra.
 
Herculano Quintanilha em 03/11/2011 10:57:29
Motoristas de Campo Grande não saberão dirigir na Grande São Paulo, ou aliás, os críticos de plantão nunca foram àquela cidade. Lá sim, o trânsito é velóz. Os motoristas correm e aí daquele que não correr. Em termos de densidade de veículos no trânsito nem se compara com nossa Cammpo Grande e lá, nestes termos o índice de acidente é bem menor. Quanto aos nossos semáforos, vale sailentar que LED.
 
Ezio Jose em 03/11/2011 06:10:36
Tenho uma ideia melhor,colocar gruve ou quebramolas antes de cada sinaleiro,que ai aqueles apressadinhos vão ter que diminuir a velocidade, mas antes que coloquem isso...cubram os olhos,se protegendo da luz solar,ou olhem no sinal para pedestre,,funciona igual ao para carros..ou então, dessa do carro ,olhe,esta livre?volte para o carro,atravesse e bata.e pague os danos,como reclamam!deem um tempo.
 
lucas da Silva em 03/11/2011 05:38:49
se esta vendo que o sol esta atrapalhando para e presta bem atenção, ta louco aqui em campo grande é cheio de apressadinhos, sem educação pensa que esta em um video game
 
greissiele gonzales villalba em 03/11/2011 05:01:18
O que tenho observado dirigindo nas ruas que existe um problema maior que a falta de visualização de cor de semáforo que é a ALTA VELOCIDADE... a maioria não quer andar na velocidade permitida e sente-se incomodado com quem anda com cautela e dentro da velocidade de segurança. È muito fácil jogar a responsabilidade para o "semáforo"...pura irresponsabilidade...vamos refletir!
 
ivonete militão em 03/11/2011 04:41:53
do que adianta ter prudência, respeito à velocidade, Às leis de trânsito e direção defensiva se não conseguimos ENXERGAR as luzes dos semáforos?
 
Gusmão Augusto em 03/11/2011 03:38:21
A lâmpada de LED custa 300, mas a prudência, respeito à velocidade, Às leis de trânsito e a direção defensiva são G-R-A-T-U-I-T-A-S. As mortes no trânsito são realmente lamentáveis, mas não é certo culpar o poder público pela falta de educação dos condutores. Isso é uma questão de princípios pela própria vida, se você não cuida da sua, por que o Governo tem que cuidar?
 
Aline Queiroga em 03/11/2011 02:42:16
A LAMPADA DE LED CUSTA R$ 300,00, E AS VIDAS DAS PESSOAS VALEM QUANTO. SE TEM DE TROCAR QUE TROQUEM E NOS DE SEGURANÇA, AFINAL SOMOS NOS QUE PAGAMOS ATRAVÉS DE NOSSOS IMPOSTOS E MULTAS.
 
MATEUS COSTA em 03/11/2011 01:12:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions