A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Março de 2017

27/09/2012 06:22

Ciclista atingido por caminhão morre na Santa Casa; homem não tinha documentos

Paula Maciulevicius
A vítima foi levada para a Santa Casa inconsciente, com fratura no quadril e sem documentos pessoais. Ainda ontem, não resistiu aos ferimentos e morreu. (Foto: Simão Nogueira)A vítima foi levada para a Santa Casa inconsciente, com fratura no quadril e sem documentos pessoais. Ainda ontem, não resistiu aos ferimentos e morreu. (Foto: Simão Nogueira)

O ciclista que ainda não foi identificado, atingido pelo caminhão na avenida Ernesto Geisel na tarde desta quarta-feira, morreu na noite de ontem na Santa Casa. O homem tentava subir na bicicleta, quando cambaleando, foi parar debaixo do caminhão.

As rodas do automóvel passaram por cima das pernas do ciclista. Ele foi levado para a Santa Casa inconsciente, com fratura no quadril e sem documentos pessoais. Segundo a Polícia, havia ainda dinheiro falso com a vítima.

O corpo seguiu para o IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal) para identificação.

Ontem, testemunhas disseram ao Campo Grande News que o caminhão de placas de Içara, Santa Catarina, estava em baixa velocidade. O motorista, José Salvato da Silva, 55 anos, contou que estava na Capital para entrega de copos descartáveis e não viu a vítima sob o veículo.

José Salvato diz que foi avisado por outros motoristas do acidente. “Eu ouvi um monte de carro buzinando”.




Concordo com o comentário acima.A cada dia ta mais perigoso, sendo q os pedestres e os ciclistas também abusam.A nossa cidade pelo porte q ta tem que ter mais ciclovias e tb fazer uma companha para os pedestres usarem as calçadas em vez das ruas para andar.No bairro onde moro eh dificil achar calçadas para os pedetres e as que tem tao depredadas,nao é somente os motoristas q tem q se conscientizar.
 
Franciele kREUTZ em 27/09/2012 10:13:23
A AGETRAN deveria fazer uma campanha para tirar os ciclistas das ruas movimentadas de Campo Grande. Hoje mesmo, ao vir para o trabalho, vi um ciclista quase ser derrubado por um ônibus na Rua Antônio Maria Coelho. As nossas ruas do centro são estreitas e não comportam ciclistas, que circulam apertados pelos carros. Daí, acontecem acidentes como o de ontem.
 
Eugenio de Souza em 27/09/2012 07:42:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions