A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

18/09/2018 09:52

Com 6,8 mil acidentes no ano, ação alerta para redução da velocidade

Semana Nacional do Trânsito foi lançada nesta terça-feira com o tema “Nós somos o trânsito”

Izabela Sanchez
Agetran participa e orienta motoristas na Avenida Lúdio Martins Coelho (Marina Pacheco)Agetran participa e orienta motoristas na Avenida Lúdio Martins Coelho (Marina Pacheco)

Nesta terça-feira (18) foi lançada, em Campo Grande, a Semana Nacional do trânsito. “Nós somos o trânsito” é o tema este ano, que alerta para a conscientização de todas as pessoas para a responsabilidade nas ruas. Na Capital, o lançamento ocorreu em uma das vias que, nos últimos anos, se transformou em "pista de corrida", a Avenida Lúdio Martins Coelho, entre as Ruas João Pedro Pedrossian e Duque de Caxias,

No local, os motoristas participam de uma blitz, onde recebem um kit com brindes. O alerta aos motoristas é para a velocidade máxima permitida em Campo Grande: 50 km/h.

Em Campo Grande, este ano, já foram registrados 6.800 acidentes de trânsito. Comandate do Bptran, o tenente-coronel Franco Alan explica que, no mesmo período em 2017 foram registrados 7500. 

O coronel explica que desde 2014, quando aconteceram 14 mil acidentes, há uma redução nas ocorrências. Em 2017, foram 11 mil durante o ano.

Tenente Coronel Franco Alan, chefe do batalhão da polícia de trânsito (Marina Pacheco)Tenente Coronel Franco Alan, chefe do batalhão da polícia de trânsito (Marina Pacheco)

“Todo mundo é responsável, não existe um responsável único pelo trânsito. A principal questão do trânsito é o excesso de velocidade, os acidentes que mais resultam em morte. Além da velocidade, o álcool e o uso de celulares”, explicou.

Para o Coronel, ações de engenharia ao longo da cidade também previnem acidentes. Ele citou como exemplo a instalação de semáforos na rotatória da Coca-Cola.

Chefe da coordenação de educação para o trânsito da Agetran, Ivanise Rotta explicou que, ao longo da semana, que termina no dia 25, dia nacional do trânsito, várias ações educativas são realizadas. Teatro, sessões de cinema e eventos em parceria com outras entidades estão na agenda.

Janine de Lima Bruno, diretor da Agetran (Marina Pacheco)Janine de Lima Bruno, diretor da Agetran (Marina Pacheco)

Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), GCM (Guarda Civil Municipal), PRF (Polícia Rodoviária Federal), Bptran (Batalhão da Polícia de Trânsito) e Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), participam e ajudam a organizar o tráfego no trecho.

Para a diretora de educação do Detran, Elijane Coelho, o tema da semana simboliza empatia. “É a questão da empatia. O trânsito é feito de pessoas. É preciso haver sempre respeito, além de dar prioridade àqueles que estão mais frágeis”.

Para o diretor da Agetran, Janine de Lima Bruno, as pessoas têm costume de responsabilizar apenas os órgãos de trânsito. “Não pode esperar que só os outros façam. Cada um tem que fazer um pouquinho”.

“A gente busca sempre minimizar o impacto”, afirma, sobre o aumento do número de carros na cidade. “É um trabalho de engenharia constante. Estamos recomeçando do zero, a estrutura da Agetran estava ruim, com veículos sucateados”, afirma, sobre as condições da Agência quando assumiu.

Em menos de 24 horas, seis motoristas são presos por embriaguez
Seis pessoas foram presos por dirigirem embriagados pelas ruas de Campo Grande entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo (21). Nos flagrant...
Sem capacete, homem cai de motocicleta, bate a cabeça e morre
Homem de 33 anos morreu após cair de moto na madrugada deste domingo (21), na rua Nove de Julho, região central de Fátima do Sul – a 246 quilômetros ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions