A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

29/09/2013 08:49

Com alta velocidade, moradores pedem sinalização no Monte Castelo

Mariana Lopes
(Foto: Cleber Gellio)(Foto: Cleber Gellio)

O movimento de carros é intenso durante todo o dia, mas nos horários de pico, ou seja, no início da manhã, na hora do almoço e no final da tarde, o fluxo aumenta consideravelmente. Junto a essa situação, que já causa bastante dor de cabeça aos moradores da rua Rio de Janeiro, no bairro Monte Castelo, em Campo Grande, está a alta velocidade, que é o que mais preocupa a quem reside na região.

"Queremos um quebra-molas, uma lombada eletrônica, qualquer sinalização, porque está insustentável, toda semana tem pelo menos um acidente aqui na rua", pontua a médica veterinária Pâmela Matayoshi de Araújo, 27 anos, se referindo à alta velocidade na qual os motoristas trafegam.

Ela ainda destaca que, em horários de maior movimento, o trânsito fica ainda mais caótico na altura das avenidas Júlia Maksoud e Monte Castelo, onde há um condomínio residencial. "Daí os moradores do conjunto querem entrar, precisar  ficar parados esperando oportunidade para passar e é ai que forma aquela fila de carros enorme, acontece batida, vira um caos", reclama a veterinária, que tem um pet shop bem em frente ao condomínio.

(Foto: Cleber Gellio)(Foto: Cleber Gellio)

Mesmo para quem não mora na rua Rio de Janeiro, mas passa por ela diariamente, a alta velocidade na qual os carros passam também dá medo.

A vendedora Ana Claudia Lopes, 37 anos, por exemplo, faz sua caminhada diária pela região e afirma que é necessário prestar muita atenção e tomar muito cuidado com a rua. "Além de ter muitos veículos, eles ainda correm e não há sinalização direito por aqui", ressalta a vendedora.

E a preocupação e cuidado são redobrados quando há crianças por perto. "Não tiro o olho dela, na verdade, nem gosto de ficar aqui na rua, só estou aqui para esperar a minha mãe que está chegando", conta a funcionária pública Graziela Arruda Costa, de 37 anos, que estava na esquina da rua Rio de Janeiro com a filha de 3 anos.

Graziela lembra ainda que na região já houve vários casos de pessoas que foram vítimas de atropelamento e isso gera ainda mais insegurança aos moradores. "Está faltando sinalização né?! Só assim para os motoristas respeitarem", comenta a funcionária pública.

 

Homem de 74 anos morre em hospital após ser atropelado por moto
Idoso de 74 anos morreu 13 dias depois após ser atropelado por uma motocicleta, por volta das 14h do dia 9 deste mês, na cidade de Rio Verde de Mato ...
Detran do MS adere a sistema que dá até 40% de descontos em multas
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) aderiu ao SNE (Sistema de Notificação Eletrônica) e dará até 40% de desconto no...
Idoso morre 12 dias depois de capotagem de carro na BR-060
Dary Fidelis, de 69 anos, morreu neste sábado (21) na Santa Casa de Campo Grande 12 dias depois de ser vítima de um acidente na BR-060, em Chapadão d...



Acredito que o que falta é somente um pouquinho de bom senso das pessoas, pois a rua Anita Garibaldi (paralela à Rio de Janeiro) é praticamente morta. Pode-se deixar a Rio de Janeiro preferencialmente para quem precisa de acesso ao condomínio. Para quem vai para a UCDB ou outros locais, pode-se usar a Anita Garibaldi.
 
Anderson Nascimento em 30/09/2013 07:41:17
O caos na Rua Rio de Janeiro é demais, principalmente porque é rota dos acadêmicos da UCDB. Está na hora de sinalizar melhor a rua, de colocar redutores de velocidade e principalmente, colocar agentes para fiscalizar.
 
Emerson R. B. Leão em 29/09/2013 12:28:09
a rua fernando de noronha (rua que passa ao lado do cemitério sto amaro) tambem é extremamente complicada a velocidade dos carros é muito elevada e nem mesmo os redutores em frente ao quartel impedem que os motoristas diminuam.
ja houve vários acidentes, incluindo com óbitos porem ate hoje não houve maiores medidas por parte dos órgãos competentes em tentar fazer algo. alias os bairros em se estao a merce da sorte no quesito transito, ruas sem sinalização, motoristas desabilitados, que correm muito, carros que ficam estacionados em cima das calçadas, e assim vai...
 
marcel dos santos nobre em 29/09/2013 09:45:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions