A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

27/08/2018 17:45

Cruzamento da 14 de Julho com 26 de Agosto será liberado nesta terça

A partir de amanhã o cruzamento da 14 com a Sete de Setembro será fechado para a continuação das obras

Gabriel Neris
Trecho do cruzamento da 14 de Julho com a 26 de Agosto será liberado amanhã (Foto: PMCG/Divulgação)Trecho do cruzamento da 14 de Julho com a 26 de Agosto será liberado amanhã (Foto: PMCG/Divulgação)

O cruzamento das ruas 14 de Julho e 26 de Agosto, no Centro da Capital, será liberado para os condutores a partir desta terça-feira (27), às 6h. O trecho estava bloqueado para as obras do Reviva Campo Grande.

Por outro lado, a partir de amanhã o cruzamento da 14 com a Sete de Setembro será fechado para a continuação das obras.

Em dois meses o programa completou mais de 70% dos trabalhos de rede de esgoto na 14 de Julho. Ao todo, serão substituídos 1.640 metros de rede de esgoto. A estrutura antiga está sendo trocada por uma mais moderna e feita com material de melhor qualidade. Estão sendo colocados ramais de espera para futura ampliação da rede. A operação está sendo acompanhada de perto por técnicos da empresa de saneamento, a Águas Guariroba.

Desde que iniciaram as escavações, foram identificadas três ligações clandestinas. Segundo a consultora socioambiental, Juliana Casadei, com a nova rede de esgoto o objetivo é garantir a qualidade ambiental, já que as ligações clandestinas podem contaminar o solo e o lençol freático. A previsão da empreiteira é terminar os trabalhos de instalação da rede de esgoto até o final do ano.

Além da 14 de Julho, o Programa Reviva Campo Grande prevê intervenções em várias vias do Centro da cidade, adjacentes à Rua 14 de Julho, inseridas no quadrilátero que compreende as ruas Calógeras, João Crippa, Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. Todas receberão melhoria na infraestrutura, acessibilidade dos passeios públicos, arborização, iluminação e sinalização.

A previsão para a execução das obras é de dois anos, com investimento estimado em R$ 50 milhões. As obras são financiadas pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions