A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

09/05/2017 06:57

Depois de 5 anos, PM que atirou em condutor após acidente vai a júri hoje

Viviane Oliveira

Acusado de tentativa de homicídio, o policial militar Kenny Willian Costa do Nascimento Rosa, 31 anos, vai a julgamento às 8h desta terça-feira (9), na 1ª Vara do Tribunal do Júri. O crime ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2012, no Jardim Tijuca, em Campo Grande.

Conforme denúncia do Ministério Público, o réu se envolveu em acidente de trânsito no cruzamento das ruas Nhambiquara e Severino Pinheiro. Após a colisão, os dois motoristas decidiram ir, cada um em seu carro, a uma oficina na região para avaliar os danos nos automóveis.

No entanto, durante o trajeto, a vítima de 44 anos parou três vezes e questionou ao policial onde, afinal, era a oficina. O PM, então, teria discutido com a vítima, sacado uma arma de fogo e disparado em sua direção. O condutor não foi atingido porque fugiu. Os tiros acertaram a porta ao lado do motorista. 

Para o Ministério Público, o fato se trata de uma tentativa de homicídio com motivo torpe, uma vez que, o acusado tentou matar a vítima por vingança, por causa do acidente de trânsito ocorrido. Após ter analisado o laudo feito no carro da vítima e interrogado o policial, o juiz Carlos Alberto Garcete, confirmou sua ação, ainda que sob a justificativa de legítima defesa, julgou estarem presentes indícios suficientes para submetê-lo a julgamento pelo júri.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions