A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

30/09/2018 18:52

Desgovernado, carro atropela meninas em calçada e invade casa

Responsável por causar o acidente tem uma das pernas amputadas, estava embriagado e não dirigia um carro adaptado

Geisy Garnes e Bruna Pasche
Com o impacto parte da parede da casa foi derrubada (Foto: Bruna Pasche)Com o impacto parte da parede da casa foi derrubada (Foto: Bruna Pasche)

Duas adolescentes, de 13 e 14 anos, foram socorridas em estado grave após serem atropeladas na tarde deste domingo (30) no Portal Caiobá, em Campo Grande. O motorista responsável por causar o acidente tem a perna direita amputada e dirigia um Chevrolet Corsa sem adaptação. Visivelmente embriagado, ele acabou agredido após atingir as vítimas.

O acidente aconteceu na Rua Cachoeira do Campo. Testemunhas relataram que o autor, identificado como Leonir dos Santos Lenes, de 40 anos, seguia pela via no sentido centro/bairro, quando perdeu o controle da direção e atingiu um Honda Civic que estava estacionado.

Após colidir com o veículo, o suspeito invadiu a calçada e atropelou as duas meninas que estavam sentadas em frente de casa. Mesmo atingindo as adolescentes, o carro ainda derrubou o muro e arremessou as vítimas para dentro da residência.

As meninas tiveram fratura exposta e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros em estado grave. Leonir foi retirado de dentro do carro e acabou agredido pelos moradores da região. Segundo os depoimentos das testemunhas, além de ter uma das pernas amputadas e dirigir um carro manual, sem qualquer adaptação, o suspeito “sequer conseguia abrir os olhos de tão bêbado”.

Por conta dos ferimentos causados pelas agressões, o homem também precisou de socorro e assim como as vítimas foi levado para a Santa Casa. No local, equipes do Corpo de Bombeiros isolaram o local em virtude ao risco de parte da parede cair. As cadeiras em que as vítimas estavam ficaram entre os destroços do muro.

A Polícia Militar, e o juizado de trânsito também foram ao local, mas o autor não foi submetido a teste do bafômetro no local. Mas conforme os militares que atenderam a ocorrência, Leonir, que já tem passagem por violência doméstica, deve passar por exames no próprio hospital. 

A cadeira que a vítima estava foi parar dentro da casa (Foto: Bruna Pasche)A cadeira que a vítima estava foi parar dentro da casa (Foto: Bruna Pasche)
Parede ficou destruída (Foto: Bruna Pasche) Parede ficou destruída (Foto: Bruna Pasche)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions