A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Junho de 2017

08/06/2013 13:25

Esquina é palco de dois acidentes em menos de 24 horas

Luciana Brazil e Evelyn Souza
De madrugada, Vectra derruba muro e horas depois carro de auto-escola bate em veículo estacionado. De madrugada, Vectra derruba muro e horas depois carro de auto-escola bate em veículo estacionado.
Instrutor da auto-escola diz que não conseguiu evitar a batida. (Fotos: Marcos Ermínio)Instrutor da auto-escola diz que não conseguiu evitar a batida. (Fotos: Marcos Ermínio)

Uma colisão na manhã de hoje (8), entre um veículo Fox e uma Strada, no bairro São Francisco, em Campo Grande, seria mais uma batida de carro, sem feridos e sem grande importância, se não fosse a circunstância do acidente. A batida aconteceu no mesmo local onde, horas antes, um veículo Vectra derrubou o muro de uma casa.

No primeiro incidente, que aconteceu durante a madrugada, o motorista do Vectra disse ter perdido o freio do carro. O veículo invadiu a calçada, derrubou uma árvore e destruiu o muro de uma casa, na esquina da rua José Antonio com a rua João Pessoa, no São Francisco. A reportagem do Campo Grande News esteve no local pela manhã e registrou os estragos.

Depois do susto, o dono da casa, Valfrido Chaves, 72 anos, contratou um carpinteiro para colocar um tapume no buraco da parede.

Ao chegar à residência, o carpinteiro Edevildo Belarmin dos Santos, 38 anos, estacionou o veículo Strada próximo a calçada. Enquanto o carpinteiro avaliava o conserto, a funcionária pública Ângela Maria Pereira Alves, 41 anos, aluna da auto-escola San Marino, perdeu o controle do veículo Fox e colidiu com a Strada.

“Fui buscar o material para arrumar o muro. Cheguei aqui, estacionei e 15 minutos depois a menina bateu no meu carro”.

Condutora fazia aula de direção quando perdeu o controle do carro.Condutora fazia aula de direção quando perdeu o controle do carro.

O instrutor da auto-escola, Luiz Antonio, 42 anos, disse que não conseguiu evitar o acidente. “Ela virou normal e o volante escorregou”, lembra. Ele conta ainda que o bairro é bem sinalizado e é escolhido por muitos que dão aula de direção.

“O bairro é bom de trabalhar, bem sinalizado. Há sete anos eu trabalho com isso e nunca tinha sofrido um acidente. Sempre digo que tem que prestar a atenção porque um erro pode causar grande estrago”.

O dono do imóvel ficou incrédulo diante do novo episódio. Na hora da colisão entre os veículos, o Vectra ainda permanecia no local do acidente, com parte da dianteira dentro da residência.

Vizinhos disseram que o motorista do Vectra mora na rua João pessoa e sempre faz a curva em alta velocidade. “Ele já é conhecido aqui por virar sempre correndo nessa esquina”, disseram os moradores.




Desculpe ai senhor instrutor Luiz Antonio, mas dessa vez a culpa foi sua. O veículo da Auto Escola não tem duplo comando? Se não tem, esta irregular. Se tem, não usou por quê?
 
Fernando Silva em 08/06/2013 15:37:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions