A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

16/04/2018 14:40

Exército fecha por dois dias rua Brilhante a partir desta 3ª

Tráfego ficará suspenso por dois dias no cruzamento com a Marechal Deodoro para remendo profundo no asfalto; Hermenegildo Pereira também terá tráfego parcialmente suspenso

Humberto Marques
CMO realizará obras de recape profundo na rua Brilhante. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)CMO realizará obras de recape profundo na rua Brilhante. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O CMO (Comando Militar do Oeste) informou que irá bloquear parcialmente o tráfego nas ruas Brilhante e Hermenegildo Pereira, na Vila Bandeirantes, para dar andamento às obras de requalificação asfáltica e implantação de rede de drenagem que integram o corredor de transporte coletivo de Campo Grande. As intervenções serão realizadas entre esta terça (17) e quarta-feira (18).

Os empreendimentos são executados pelo 9º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército, sendo que os fechamentos parciais das ruas ocorrerão em uma área região por cerca de cinco quadras. Na Hermenegildo Pereira será instalada rede de drenagem –que se conecta com a rua José Paes de Farias, próximo à avenida Bandeirantes, que recebeu obras recentemente.

Já na Brilhante, via que até aqui recebeu a maioria das intervenções, terá continuidade a realização do remendo profundo no asfalto –que hoje não cobre todas as faixas de circulação da via.

A obra é realizada por meio de convênio entre o Exército e a Prefeitura de Campo Grande, que ficará responsável pelo controle do trânsito na região por meio da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). O acordo para execução do empreendimento foi firmado em 2016, mas teve a execução efetivamente deflagrada no início de 2017, já na gestão do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

Inicialmente prevista em R$ 24 milhões, a obra do corredor sudoeste foi redimensionada por conta de atrasos no cronograma seguido pelo CMO. Serão realizadas licitações para garantir o recapeamento e instalação de drenagem nas avenidas Marechal Deodoro e Bandeirantes. O CMO, que já efetuou obras de pavimentação na rua Guia Lopes e em grande parte da Brilhante, teve o valor dos repasses reduzidos para cerca de R$ 5,7 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions