A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Março de 2017

09/06/2016 12:28

Farmacêutico que atingiu motociclista paga R$ 3 mil de fiança e é solto

Viviane Oliveira
O carro que o rapaz conduzia ficou com a frente destruída. (Foto: Marcos Ermínio) O carro que o rapaz conduzia ficou com a frente destruída. (Foto: Marcos Ermínio)

Preso em flagrante por dirigir bêbado após atingir uma motociclista, o farmacêutico Alisson Moraes Cordeiro, 32 anos, pagou fiança de R$ 3.520 e foi liberado por volta do meio-dia da última segunda-feira (6), conforme revelou nesta quinta-feira (9) a defesa dele.

Ele foi detido no sábado (4), por atingir e ferir gravemente Simone Maria da Silva, 29 anos. Ela teve uma perna abaixo do joelho amputada, sofreu várias fraturas, ferimentos no tórax e está internada no CTI (Centro de Terapia Intensa) da Santa Casa de Campo Grande. 

Alisson passou por audiência de custódia e o juiz Alexandre Corrêa Leite arbitrou fiança no valor de 4 salários mínimos. O juiz determinou ainda que, depois de solto, Alisson deve comparecer em cartório a cada 30 dias para informar e justificar suas atividades e atualizar o endereço.

O rapaz também foi proibido de frequentar qualquer estabelecimento comercial ou eventos sociais em que se vendam ou forneçam bebidas alcoólicas e de sair da cidade sem autorização judicial. Por enquanto, o farmacêutico responde o processo em liberdade. 

O valor foi pago no mesmo dia e Alisson não chegou a ser encaminhado para uma unidade prisional. Segundo Flávio Nantes de Castro, advogado de defesa, o rapaz está bem abalado e pretende se aproximar da família da vítima. Alisson é gerente de farmácia em um hospital particular da cidade.

O acidente aconteceu na madrugada de sábado no cruzamento das Avenidas Fábio Zahran com a das Bandeiras, em Campo Grande. O farmacêutico conduzia um veículo Ford Focus, quando atingiu a motociclista.

Após colidir com a jovem, Alisson derrubou um semáforo e atingiu o muro de uma borracharia e sacolão, que fica na esquina. O caso está sendo investigado pela 5ª Delegacia de Polícia Civil. Ainda não se sabe quem avançou o sinal vermelho.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions