A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

09/10/2017 13:27

Fiat Toro e S10 caem em barranco de rio após batida na Ernesto Geisel

Embora o susto, três pessoas e uma criança de 10 anos não sofreram ferimentos graves

Guilherme Henri e Anahi Gurgel
Caminhonete ficou pendurada e veículo caiu em barranco (Foto: Direto das Ruas)Caminhonete ficou pendurada e veículo caiu em barranco (Foto: Direto das Ruas)

Um Fiat Toro e uma caminhonete S10 quase caíram no Rio Anhanduí depois de se envolverem em um acidente de trânsito, na tarde desta segunda-feira (9), por volta das 13h, no cruzamento da avenida Ernesto Giesel com a rua Bom Sucesso, na Vila Jaci, em Campo Grande. A S10 ficou pendurada no barranco e o outro veículo parou mais abaixo, à beira do leito do rio.

Apesar do susto, três pessoas e uma criança de 10 anos não sofreram ferimentos graves. O motorista da caminhonete S10, de cor prata, Luis Carlos de Souza, 31 anos, disse que estava na avenida no sentido centro/ bairro e tinha como passageira a esposa Graziela Oliveira da Silva, 26 anos. No cruzamento com a rua Bom Sucesso ele sinalizou que iria fazer uma conversão e entrar na via. “Olhei no retrovisor e não vi ninguém. De repente só ouvi o barulho da batida”, descreve.

Acidente aconteceu no cruzamento da avenida Ernesto Giesel com a rua Bom Sucesso (Foto: Marina Pacheco)Acidente aconteceu no cruzamento da avenida Ernesto Giesel com a rua Bom Sucesso (Foto: Marina Pacheco)

O barulho da batida, a qual o motorista da S10 se referia foi provocado por um Fiat Toro, de cor vermelha, que era conduzido por Elaine Siqueira de Souza, 35 anos. Ela estava com o filho de 10 anos e também seguia na avenida quando bateu a frente do veículo na lateral da caminhonete.

Com o choque, o Fiat Toro caiu às margens do córrego e a caminhonete ficou pendurada no barranco. Embora o susto, testemunhas relataram que Elaine conseguiu sair do veículo e retirar o filho. Já Luis Carlos e esposa saíram pela porta do passageiro da caminhonete para evitar uma queda no barranco.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e Elaine pediu que ela e o filho fossem encaminhados à Santa Casa para passarem por exames. Graziele reclamava de dores nas pernas, mas dispensou atendimento médico. 

Conforme os bombeiros, Elaine e o filho aparentemente estavam bem e ela apenas declarou que “foi fechada”.

A polícia de trânsito está no local e o fluxo fluiu sem congestionamentos. 



Pergunta que nao quer calar: se o motorista da S10 quer fazer uma conversao para esquerda porque nao fica naquele faixa. Direção defensiva: quando fazer uma conversao nao fazer isso cruzando faixas. Quando quer fazer conversao para direita, fica na direita. Quando fazer para esuerda: fica na faixa da esquerda. E SINALIZA!!! Pois com estes 2 atitudes, acidentes como este sao totalmente evitaveis!
 
Marc em 09/10/2017 15:32:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions