A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

07/12/2016 08:05

Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Viviane Oliveira
Local onde ocorreu o acidente na noite de domingo, na Avenida das Bandeiras (Foto: Fernando Antunes) Local onde ocorreu o acidente na noite de domingo, na Avenida das Bandeiras (Foto: Fernando Antunes)

Foi identificado como Renilton Rodrigues de Souza, 51 anos, o homem que morreu atropelado após invadir a Avenida das Bandeiras com a Rua Tupã, na Vila Nhanhá, em Campo Grande, por volta das 22h de domingo (4). Inicialmente, a vítima que estava sem os documentos havia sido identificada apenas por Tiago, mas a mãe do homem procurou a polícia e o reconheceu com seu filho.

A identificação de Renilton também foi confirmada pelo Imol (Instituto Médico Odontológico Legal), através de exame necropapiloscópico, na segunda-feira (5). 

Segundo informações de testemunhas à polícia, a vítima saiu da calçada, atravessou a via de repente e acabou atingido por um veículo HB20, conduzido por Gisele de Souza Batista que seguia no sentido Centro/Bairro. O homem bateu no para-brisa do lado direito e caiu ao chão. Ele morreu no local.

Em choque com a situação, a condutora teve que ser encaminhada para uma unidade de saúde, onde ficou em observação. Uma testemunha relatou que minutos antes quase atropelou a vítima próximo ao local, pois o homem parecia que estava sob efeito de droga ou álcool.

Violência - Em outubro e novembro deste ano, os meses mais fatais no trânsito em 2016, 22 pessoas morreram em acidentes – uma a cada três dias. Segundo as estatísticas levantadas pelo GGIT (Gabinete de Gestão Integrada no Trânsito), 75 pessoas perderam a vida este ano nas ruas de Campo Grande. No ano passado, foram 93 mortes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions