A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

15/07/2018 07:35

Indígena de 24 anos morre depois de ser atropelado duas vezes em rodovia

O primeiro atropelamento foi provocado por caminhonete da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena)

Guilherme Henri

Indígena de 24 anos morreu depois de ser atropelado duas vezes na tarde de ontem (14) no quilômetro 233, da rodovia MS-156, em Amambaí – a 360 quilômetros de Campo Grande. Devido omorte, indígenas da Aldeia Limão Verde tentaram linchar os motoristas dos carros que atropelaram a vítima e ainda bloquearam o trecho da rodovia.

Conforme o registro policial, o indígena morto foi identificado como Ilson da Silva. Consta no boletim, que primeiro a vítima foi atropelado por caminhonete da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena) e foi arremessado para o outro lado da pista. Neste momento Ilson acabou atropelado por outro veículo, um Vectra. Os nomes dos motoristas não foram informados pela polícia na ocorrência.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser chamado, porém a vítima não resistiu aos ferimentos. Devido a morte, indígenas da aldeia se exaltaram e tentaram linchar os motoristas dos veículos que atropelaram a vítima. Os indígenas chegaram a bloquear o trecho da rodovia, mas a ação foi impedida com a chegada da Polícia Militar no local.

Os motoristas foram encaminhados para a delegacia do município para esclarecimentos. O caso foi registrado como homicídio culposo – quando não há intenção – na delegacia de Amambaí.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions