A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

17/03/2018 10:45

Motorista bêbado foge da polícia por 6 km e só para após disparos

Perseguição passou mais de 6 bairros e envolveu seis viaturas da Polícia Militar

Danielle Valentim

Tentativa de fuga de um condutor de um Jeep Renegate na madrugada deste sábado (17) passou por mais de seis bairros e só finalizou após disparos contra o pneu do veículo. O acompanhamento pela Rotac (Rondas Ostensivas de Ações de Choque) iniciou no Bairro Dom Antônio Barbosa e finalizou na Gunter Huns, próximo ao Terminal do Aero Rancho, apoiado por outros três veículos da Polícia Militar, extensão de cerca de 6,2 km.

A desobediência à ordem de parada iniciou ainda no Dom Antônio Barbosa, quando a viatura da Rotac solicitou apoio. Em reforço às buscas, cerca de 15 minutos depois, a segunda equipe da PM localizou o veículo em alta velocidade na Avenida Gunter Hans, sendo acompanhado por outras quatro viaturas da PM. Mesmo com todos os alertas de giroflex e sirenes acionadas, o motorista não parou e chegou a colidir com outro veículo, que estava estacionado em um restaurante.

O motorista dirigia perigosamente por todas as ruas, desrespeitando as sinalizações de trânsito das vias e semáforos, colocando em risco a vida de transeuntes e atingindo velocidade superior a 140 km/h. Ao todo, a perseguição se estendeu por 6,2 km e passou por mais de seis bairros.

Diante da resistência, uma das equipes realizou disparo no pneu do veículo para cessar a fuga. O condutor foi identificado como Cristian Santos do Nascimento, de 22 anos, que admitiu ter fugido por estar embriagado. No carro foram localizados duas garrafas long neck de cerveja e um pacote lacrado de cinco quilos de fungicida sistêmico Elatus. O condutor admitiu ter colidido contra um carro na via, durante a fuga, e que havia pego o Jeep emprestado de um amigo.

O Batalhão de Trânsito da Polícia Militar foi acionado e por meio do teste de etilômetro constatou resultado de 0.48 mg/L. O jovem foi levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), da Vila Piratininga e o carro foi removido ao pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). O jovem deve responder por embriaguez ao volante, desobediência, contrabando - devido ao fungicida no carro -, falta de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e resistência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions