A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

22/11/2015 13:11

Mulher de 26 anos atropelada em perseguição policial não resiste e morre

Priscilla Peres e Caroline Maldonado
Samu tentou por uma hora reanimar a jovem de 26 anos. (Foto: Marcos Ermínio)Samu tentou por uma hora reanimar a jovem de 26 anos. (Foto: Marcos Ermínio)
Motocicleta ficou completamente destruída. (Foto: Marcos Ermínio)Motocicleta ficou completamente destruída. (Foto: Marcos Ermínio)

Hediene Sousa Queiroz de Araújo, de 26 anos, atropelada por uma caminhonete durante perseguição policial nesta manhã, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Ela estava em uma motocicleta com o filho de 6 anos, quando foram atropelados pelo condutor de um veículo roubado e que fugia da polícia. 

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentou reanimar Hediene por uma hora, ainda no local do acidente. O atendimento foi realizado a princípio por técnicos e em seguida pela médica Lilian Lorntz. "Por ser uma paciente jovem, a gente tenta reanimar até ver que não tem mais condições", explica ela.

As causas da morte ainda não foram especificadas, mas a jovem teve várias lesões pelo corpo e hemorragia interna. A colisão aconteceu na avenida Ernesto Geisel com a rua Graciliano Ramos, quando o condutor fugia da polícia após roubar a caminhonete S-10.

A mulher e a criança de 6 anos estavam em uma motocicleta e foram atingidos de frente pela caminhonete, segundo testemunhas que viram o acidente. A criança foi levada para a Santa Casa com fraturas nos dois braços, mas seu estado de saúde é estável.

A caminhonete foi roubada nesta manhã no bairro Pioneiros. A esteticista Edneia Bispo Soares conta que estava em casa fazendo almoço quando seu cunhado, Paulo Henrique de Aquino, 41, chegou gritando para que ela se trancasse e não saísse na rua.

Ao chegar com a caminhonete modelo S-10 na rua Deolindo Pereira de Souza, ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta, que o renderam e roubaram o veículo. A Polícia Militar seguiu a caminhonete e efetuou disparos de arma de fogo que atingiram o condutor da caminhonete.

Adriano Donega Prates, de 32 anos, foi baleado e socorrido pela polícia para o posto de Saúde do bairro Guanandi, mas morreu no local.

Ainda na fuga, os condutores da caminhonete bateram em um veículo Fiat Uno, próximo a avenida Ernesto Geisel. Gledison Candido, 25 anos, estava sentado próximo ao local quando viu o acidente. Ele afirma que a caminhonete estava em alta velocidade e tanto a mulher, quanto a criança foram arremessados após a colisão.

Os proprietários da caminhonete roubada foram até o local do acidente para identificar o segundo acusado do roubo. O trânsito está impedido na Ernesto Geisel no sentido centro-bairro.

Homem de 74 anos morre em hospital após ser atropelado por moto
Idoso de 74 anos morreu 13 dias depois após ser atropelado por uma motocicleta, por volta das 14h do dia 9 deste mês, na cidade de Rio Verde de Mato ...
Detran do MS adere a sistema que dá até 40% de descontos em multas
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) aderiu ao SNE (Sistema de Notificação Eletrônica) e dará até 40% de desconto no...



Agora a policia tem que achar esse comparsa, e torcer para ele tentar fugir ,para que a policia atire no pneu e erre o alvo e acabe acertando a cabeça desse bandido, sou gente boa portanto prefiro conviver só com gente boa , e pra não perder o habito bandido bom é bandido morto , simples assim!!
 
jonas nunes dos santos em 22/11/2015 18:58:16
Eu lamento a morte da mulher , a do ladrão eu comemoro , pois bandido bom com diz o ditado é bandido morto, uma pena que foi morto após matar alguém que não tinha a ver com a historia ,e que esse bandido tenha muito trabalho no colo do capeta que seu lugar merecido !!!
 
jonas nunes dos santos em 22/11/2015 18:39:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions