A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

17/07/2018 10:05

Número de indenizações pagas pelo DPVAT cai no primeiro semestre em MS

Maior parte dos pagamentos foram motivados por invalidez permanente; balanço também leva em conta mortes e reembolsos com despesas médicas

Liniker Ribeiro
Acidente em cruzamento da Capital que acabou na morte de duas pessoas (Foto: Saul Schramm)Acidente em cruzamento da Capital que acabou na morte de duas pessoas (Foto: Saul Schramm)

Só no primeiro semestre do ano, foram pagas 3.355 indenizações à vítimas de acidentes de trânsito, em Mato Grosso do Sul. Do total, 296 dos pagamentos foram motivados por mortes no trânsito. Os números são da Seguradora Líder, responsável pela administração do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

Conforme o levantamento, o restante das indenizações foram pagas devido à invalidez permanente, sendo o principal motivo para pagamentos, com 2.589 casos, e para reembolso de despesas médicas e hospitalares (DAMS), com 470 indenizações feitas.

O balanço aponta ainda uma queda no número de indenizações pagas se comparado o mesmo período deste ano, de janeiro a junho, com 2017. Ano passado, foram pagas 302 indenizações por morte, 1,99% a menos que agora; 2.852 por invalidez - 9,22% a menos; e 447 para reembolso de despesas médicas e hospitalares.

De acordo com dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Mato Grosso do Sul conta hoje com uma frota de mais de 1,4 milhões de veículos, sendo 752.112 carros, 13.335 micro-ônibus, ônibus ou van, 3.692 ciclomotores, e 236.612 caminhões/pick-up.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions