A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

11/08/2018 14:30

Para aliviar trânsito, prefeitura cogita até proibir estacionamento em vias

Primeira alternativa, no entanto, é implantar a chamada onda verde e orientar motoristas sobre outras opções de acesso

Mayara Bueno
Veículos parados em hora de pico na avenida Mato Grosso. (Foto: André Bittar/Arquivo).Veículos parados em hora de pico na avenida Mato Grosso. (Foto: André Bittar/Arquivo).

Com as ruas cheias e trânsito complicado, especialmente nos horários de pico, orientar motoristas sobre vias e, em última hipótese, proibir o estacionamento em avenidas como a Afonso Pena, são alternativas que a prefeitura de Campo Grande avalia.

Quem trafega pelas principais vias dos bairros nota a fila grande que se forma no fim do dia. A situação piora se for em avenidas que ligam a cidade de um lado para outro. A foto publicada mostra veículos parados na avenida Mato Grosso em horário de pico. 

Segundo o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), estudos sobre a implantação da chamada "onda verde" está quase no fim. Essa é uma das apostas para melhoria do trânsito, já que os semáforos sincronizados melhora o fluxo dos carros e motos.

"Se isso não frear o estresse em alguns momentos, nós vamos criar as vias alternativas, orientar os motoristas a pegar outras vias que não são utilizadas. Na última hipótese, nós vamos começar a colocar faixas amarelas para proibir estacionamento, em todos os lugares onde estamos fazendo o estudo técnico [da onda verde]".

Para o chefe do Executivo municipal, Campo Grande cresceu em número de carros e motos, mas os motoristas ainda têm espécie de vícios que podem dificultar o fluxo.

"Não aprenderam a usar vias indiretas, pegam Afonso Pena, Mato Grosso, avenidas principais, tem mania de parar em faixa dupla, de não dar seta, estacionar em local inadequado e isso tudo traz transtorno".

Estas situações podem fazer com que as avenidas percam suas áreas de estacionamento para "ganharem" mais uma faixa de rolamento. No entanto, por enquanto, o concreto é a implantação da onda verde em locais onde não tem e reformulação em vias que já contavam com o sistema. O estudo técnico em vias como Antônio Maria Coelho, Afonso Pena, Mato Grosso, está prestes a ser finalizado, afirmou o prefeito, para ser implantado.



Moro em Campo Grande tem mais de oito anos e onda verde para mim é igual a cabeça de bacalhau. Sei que existe mas nunca vi
 
Alex André de Souza em 11/08/2018 22:02:35
Onda verde é balela. Pois, se arrumar os sinaleiros para facilitar a viagem em uma direção (digamos bairro-centro), complica a viagem na outra direção, que vira uma onda vermelha. Assim como já esta na Av. Mato Grosso.
E proibir de estacionar nas vias atrapalha o comercio.
Se é para arrumar o transito, só funciona o que fizeram aqui em Europa: transporte publico de qualidade, e impedir estacionar por muito tempo por meio de tarifas de estacionamento absurdos (tipo E 7,50/hora (R$ 35/hora) em Amsterdã, até de madrugada em feriados...), aliado a uma fiscalização muita rigorosa. Assim só usa carro quem vai comprar algo, mas quem trabalha no centro deixa de usar o carro, e as vias de repente ficam transitaveis. Ningem gosta mas sim, funciona...
 
Marc em 11/08/2018 18:49:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions